Davi Ramos conta como ficou gigante no Pan Sem Kimono

Share it

Davi comemora o triunfo no absoluto. Foto: Dan Rod.

Se a essência da arte suave é a finalização, foi exatamente o que buscou Davi Ramos no Pan de Jiu-Jitsu Sem Kimono 2011, disputado em Nova York, neste sábado. Tendo feito um total de seis lutas para faturar o peso médio e o absoluto, Davi só não finalizou em uma. O faixa-preta de Cesar Casquinha vem se destacando nas competições sem kimono, já faturou, além do Pan, o ouro no Campeonato Brasileiro, além de ter feito a final do World Pro No-Gi deste ano com o companheiro da Atos Claudio Calasans.

Se no épico bíblico o pequeno Davi foi capaz de derrotar o gigantesco Golias, o faixa-preta conta como cresceu para a campanha perfeita em Nova York.

Confira o bate-papo com o GRACIEMAG.com:

Como foi a participação no Pan?

Fiz ao todo seis lutas e não finalizei apenas em uma. Fiz duas lutas na categoria e quatro no absoluto. Na única que venci por pontos, foi 14 a 0. Percebi que o adversário lutou apenas para não ser finalizado, aí fica difícil.

E a final do absoluto, contra o Kayron?

Ele me vencia por 2 a 0. Vinha tentando atacar ele na leglock e acabei passando para uma chave de panturrilha, de onde finalizei.

Você vem conseguindo melhores resultados sem o kimono, concorda? Prefere lutar com ou sem pano?

Gosto mais de lutar de kimono, mas, realmente, tenho conseguido os títulos mais importantes sem ele. Para este evento, treinei muito com o André Galvão, na preparação dele para o ADCC. Fazíamos todos os treinamentos juntos e aprendi muito com ele. Ele me disse que eu iria bem.

E você, esperava que ele também ganhasse peso e absoluto no ADCC?

O absoluto, ainda mais para nós que não somos das categorias mais pesadas, nunca dá para prever. Enfim, são muitas lutas contra caras duros e mais pesados. Mas imaginava que ele venceria o peso e que iria bem de uma forma geral. Ele treinou muito para isso, sempre dizia que era o título que faltava para ele. Ele estava com isso nos olhos.

Depois do Pan, o seu próximo passo é tentar o Mundial Sem Kimiono?

Volto para San Diego e continuo treinando com o André. Quero muito esse título mundial. Queria muito agradecer toda a ajuda do André, dos alunos da Atos e do Casquinha, quem sempre está em contato para me dar conselhos. Também agradeço ao Gilbert Durinho, que está sempre me dando boas dicas sobre a forma de eu lutar.

Ler matéria completa Read more
There are 8 comments for this article
  1. Daviramos at 2:54 am

    Hello Guys I want to thank all the people that are always by my side to support me in every fight. I am very happy, I was feeling really good and focused. Thank you Andre Galvao, Angelica Galvao, Joe, Denilson,Carlos, Ronaldo, Brian, Michael, Mendes bro , Claudio Calasans, Durinho,Bruno frazzato, Guto Camppos and everyone else that is there rooting for me and helping me along my way!! God Bless
    ..

  2. Brucebroca at 12:53 pm

    Ae campeao isso e so o começo e eu sempre te falei ,para mim não é nenhuma novidade ”ONDE A ESFORÇO SEMPRE A REALIZAÇÃO”
    parabens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *