ADCC 2011, a pesagem

Share it

A alta taxa e a dificuldade de conexão nos quartos do Jurys Inn transforma o saguão do hotel, onde a internet é liberada, numa constelação de estrelas do Jiu-Jitsu, na véspera do ADCC 2011.

Muitos passam pelas poltronas e sofás do saguão ainda com caras de esfomeados, frágeis apesar de todo o potencial que prometem demonstrar amanhã, na arena principal da apenas simpática Nottingham, cidade que poucos tiveram tempo, paciência ou energia para explorar.

Astros da superluta, Ronaldo Jacaré e Bráulio Estima destoam dos famintos. Apesar de trocarem farpas pela imprensa antes da luta, se veem e trocam abraços. “Olha o tamanho deste bicho, vai ser fácil raspar ele?”, o Carcará pergunta ao repórter. Jacaré sorri e se afasta, “Esse cara tá mentindo muito, cuidado com ele”.

A pesagem ocorrida hoje às 15h (11h em Brasília) fez vítimas. Rani Yahya, craque do UFC, perdeu a luta com a balança ao não conseguir baixar dos 70kg que estava, e ficou resignado com o “prêmio de consolação”: vai entrar como alternate da categoria de cima, a 77kg. Ou 170 libras, no sistema métrico inglês.

É a divisão de Marcelinho Garcia, que não batia esse peso havia dois anos, desde o ADCC 2009. Mas diferente de outros, Garcia não sofreu. Calmamente tirou sua camisa xadrex, a calça escura da moda e, de cueca, bateu cravado.

Alexandre Ribeiro era outro tranquilaço. E o absoluto, Xande? “Isso é só depois. Primeiro temos o peso, quando precisamos nos preocupar em passar pelas crianças”, diz o astro até 99kg.

Outros estavam mais macambúzios, incapazes de sorrir quase. Foi o caso de Rubens Cobrinha, que acabou batendo 66kg faminto. Amanhã, conforme novidade do evento, ele vai precisar pesar a mesma coisa antes de pisar no tapete. Mas vai estar mais bem humorado. Ou ainda mais faminto, já que é o título que falta ao tetracampeão mundial de Jiu-Jitsu.

Astro do UFC, Rousimar Toquinho foi outro que sofreu. Com a mãe doente em Minas Gerais, Toquinho viajou três dias para chegar à Inglaterra. E chegou acima do peso, mas, apesar de uma boataria no hotel, até amanhã o treinador Murilo Bustamante garante que ele vai estar pronto e no peso. A organização deu uma tolerância, devido à pesagem dupla.

Já Bruno Frazatto, que amanhã enfrenta o parceiro e atual campeão dos magrinhos Rafael Mendes logo de cara, estava com 1,5kg acima. Precisou dar umas corridinhas dentro da Capital Arena, onde rolou a pesagem e onde o campeonato bomba amanhã, a partir de 12h, horário local, 8h no Brasil.

Os famintos contrastavam com feras como Renzo Gracie, bronzeado e feliz da vida com os 85kg, e especialmente por não precisar duelar contra a balança desta vez, para a superluta de ídolos contra Zé Mario Sperry.

O Gracie aproveitava para brincar com todos. “Gabi, não tem ninguém mais para ganhar de você. Podem começar montados que você vai e vence”, brincou Renzo, recém-chegado de Abu Dhabi mas cheio de disposição. “Não adianta, eu nunca vou ter 60kg nem 1.60m, tenho que lutar como eu sou”, respondia uma Gabrielle Garcia sarada, com braços de impressionar.

Gabi viveu um perrengue de ofuscar a briga com a balança dos demais competidores. Na véspera de viajar, perdeu o irmão adotivo, que teve uma parada cardíaca com 23 anos. “Agora só quero a vitória, por tudo que estou passando”.

Antes da pesagem, o ADCC apresentou hoje a reunião de regras, com novidades interessantes mas de certa forma confusa, e que não se sabe se vão pegar – vai depender dos árbitros, esses mediadores sempre necessários, jamais adorados. Este ano, por exemplo, se os lutadores começarem a trocar chaves de pé na guarda 50-50, quem rodar primeiro perde 1 ponto, segundo a comissão de arbitragem. Como isso se dará na prática, você saberá amanhã, aqui no GRACIEMAG.com, no Blog GRACIEMAG no ADCC e nas contas @graciemag e @graciemag_br no twitter .

Confira as melhores imagens capturadas pelas lentes de Dan Rod.

[flickr set=72157627614231377]

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Eric at 10:43 pm

    Ver grandes atletas reunidos em um evento como esse, só me faz alimentar ainda mais meu sonho, chegar ai tambem, exemplos de esforço e dedicação não faltam, a estrada é longa e dura, mas isso é um sonho e não um desejo, desejo passa com o tempo, mas o sonho, ah… só dura até se tornar realidade!
    Osss…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *