Roger e Gregor Gracie na reta final para saírem na mão

Share it

Os elogios de Royce Gracie nas coletivas do UFC Rio não mentem: Roger é um dos lutadores mais empolgantes do momento fora do UFC. “Ele está chegando bem, fazendo tudo direitinho”, lembrou o “fundador” do Ultimate, prevendo que o Octagon em breve será a casa de Roger. O peso meio-pesado luta no Strikeforce no próximo dia 10, em Ohio, contra o americano Muhammed “King Mo” Lawal, em luta que deixa o vencedor na cara do gol para pegar o cinturão de Dan Henderson, que vai para o UFC.

“Se ele conseguir manter a luta em pé, ele tem uma chance boa de não ser finalizado. Se a luta for para o chão, as chances dele diminuem consideravelmente”, resumiu Roger, em declaração ao site MMAJunkie.com.

Antes de Roger, no próximo sábado, é a vez de Gregor Gracie fazer sua estreia no novo e milionário show One FC, em Cingapura. O evento pretende reviver os áureos tempos do Pride. O Gracie enfrenta, numa das lutas principais, o chinês Wang Sai.

Gregor Gracie em NY. Foto: Lucas Noon/Divulgação.

Esta será o sétimo confronto do pupilo de Renzo Gracie no MMA. O objetivo do peso meio-médio (77kg) é entrar no UFC em 2012. O atleta venceu cinco lutas por finalização, sendo as duas últimas antes do combate completar três minutos.

“Ainda é cedo para afirmar, mas meu objetivo é estrear no UFC no próximo ano”, diz Gregor. Além de Jiu-Jitsu, ele tem treinado muito boxe e wrestling. “Quero entrar com tudo no UFC, não serei apenas mais um. Tenho um nome a zelar e pretendo fazer o máximo para honrar a minha família”, ressalta.

Para conquistar seus objetivos, Gregor e Roger estão treinando com Renzo, em Nova York. No fim de setembro, os dois vão disputar o ADCC , como convidados do xeque Tahnoon para a competição, que este ano acontece em Nottingham, na Inglaterra.

Roger é tricampeão mundial absoluto de Jiu-Jitsu, feito inédito no esporte. Já Gregor começou a competir no Jiu-Jitsu aos 16, e levou apenas quatro anos para conquistar a faixa-preta. Neste período, foi duas vezes campeão mundial (azul e roxa), campeão pan-americano, brasileiro e duas vezes campeão no Brasileiro de Equipes. Nessa época, mudou-se para Nova York, onde iniciou os treinos sem kimono. Desde que iniciou suas lutas no MMA, seis no total, Gregor finalizou cinco de seus adversários.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
    • Migueltorresv at 1:38 pm

      tambem desejo muita sorte ao Roger, pois desta vez ele vai te que se apegar em outas esferas; quem não se resuma ao jiu-jitsu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *