Aranha, Minota e Shogun se consagram em UFC histórico

Share it

Foto: UFC.

Como era de ser esperado, o UFC Rio foi para entrar na história neste sábado, na HSBC Arena. Num show da torcida brasileira, muita empolgação dentro do octagon. Confira os resultados e análises dos combates.

Anderson Silva x Yushin Okami

Anderson Silva dominou totalmente para chegar à 14a vitória seguida e nona disputa de cinturão com sucesso. Depois de um assalto estudado,na primeira parcial, o Aranha acertou um belo chute, mas o gongo soou. No segundo round, Silva foi com tudo, conseguiu dois knockdowns, o segundo com um jab. Continuou socando Okami no solo e, aos 2min4s, nocauteou.

Mauricio Shogun x Forrest Griffin

Desde o primeiro Segundo, Shogun conectou bons socos. Forrest parecia não se encontrar e, após cair ao chão na tentativa de se esquivar, recebeu uma saraivada de socos no solo e acabou nocauteado. Como na derrota para Anderson, Silva Forrest saiu correndo do octagon, sem esperar o braço do adversário ser levantado. E a torcida gritou: “O campeão voltou!”. Com o triunfo, Shogun devolveu o revés sofridona estreia pelo Ultimate, em grande estilo.

“Obrigado Brasil! Forrest é um grande lutador e respeito ele”, declarou o brasileiro.

Edson Barboza x Ross Pearson

Três rounds muito parelhos, de pura trocação. Edson aplicou bons chutes rodados e conectou socos que balançaram Pearson. No entanto, Ross caminhou todo o tmpo para cima e também aplicou bons socos. Ao fim dos três rounds, pordecisão dividida, Barboza levou a melhor.

 “A cada luta subimos um degrau no UFC. Simplesmente quero mais, quero lutar o máximo possível e subir na categoria”, comentou Barboza.

Rodrigo Minotauro vs Brendan Schaub

Ambos começaram na trocação. Brendan vinha com velocidade, mas Minotauro acertou uma série de socos que derrubou o oponente. Schaub caiu, Minota continuou socando e conseguiu o nocaute, ainda no primeiro round. A torcida foi à loucura e cantou: “Minotauro voltou!”

“Vim de três cirurgias, passei um ano parado,quatro meses e meio lutandode muleta e tive apenas três meses para me preparar. Foi a minha luta 40 e é a minha primeira vez no Brasil. Aceitei lutar por vocês!”, declarou o guerreiro Minota.

Luiz “Banha” Cane vs Stanislav Nedkov

Desde o início, Stanislav acertou os melhores golpes na trocação contra Banha. Apesar de ter entrado ao lado do faixa-preta de Jiu-Jitsu Bruno Bastos, usou mesmo foi o boxe. Depois de conectar dois cruzados certeiros, o brasileiro sentiu. Stanislav aproveitou o momento, continuou socando e conseguiu o nocaute técnico ainda na primeira parcial.

Thiago Tavares vs Spencer Fisher

Thiago usou bem as quedas e quedou para trabalhar no ground and Pound. No segundo assalto, o faixa-preta da Ataque Duplo repetiu a dose, chegou à montada e socou até a intervenção do juiz, aos 2min21s.

Rousimar Toquinho vs Dan Miller

Toquinho mostrou que não está apenas com o Jiu-Jitsu afiado contra Dan Miller. A trocação do faixa-preta está muito bem, tendo acertado, por exemplo, um belo chute frontal, que derrubou Miller na primeira parcial. No segundo assalto, um momento inusitado. Quando estava perto de definir por nocaute técnico, o brasileiro correu para comemorar, mas o árbitro não havia interrompido. “Ele gritou e achei que tinha parado”, explicou depois.

No seguimento, Toquinho seguiu controlando e, apesar do terceiro assalto duro, assegurou a decisão unânime a seu favor.

“Foi uma emoção muito grande lutar no Rio”, comemorou o pupilo de Murilo Bustamante, que dedicou a vitória ao amigo que falecera recentemente.

Paulo Thiago x David Mitchell

Ovacionado ao entrar com a música “Tropa de Elite”, Paulo Thiago já dava toda a pinta de vitória, enquanto Mitchell era vaiado ao som do hino dos EUA. A cada golpe desferido, a plateia gritava: “Caveira, pede para sair…”. Emocionado, Dana White escreveu no Twitter que jamais viu algo igual à torcida brasileira. Nas três parciais, Paulo conectou bons golpes na trocação e conseguiu quedar. Nos últimos segundos, pegou as costas e quase finalizou com um estrangulamento. As papeletas anotaram decisão unânime a favor do policial do Bope.

“Foi uma luta muito importante. Estava numa situação difícil, vindo de duas derrotas. Meu adversário foi muito duro, agora vamos para a próxima. O que a organização decidir, estou pronto”, comentou Paulo. “Caveira!”, completou.

Johnny Eduardo vs Raphael Assunção

Johnny vinha bem nos dois primeiros rounds, mas, em ambos, Raphael conseguiu boas situações nos minutos finais. No primeiro, quedou e, no segundo, pegou as costas. Na terceira parcial, Assunção conseguiu bons golpes enquanto o oponente tentava a chave de pé. Johnny ainda aplicou um bom soco, mas era tarde demais. Vitória por decisão unânime para Raphael Assunção.

“Foi um prazer lutar com o Johnny Eduardo aqui no Rio, um casca-grossa! Desci de categoria e foi duro”, comentou Raphael.

Erick Silva vs Luis Beição

Beição partiu para cima, mas Eick se defendeu bem. Depois de encaixar um jab, Erick disparou uma verdadeira patada de direita. Beição caiu e, alguns golpes depois, só restou ao árbitro separar.

Yuri “Marajó” vs Felipe “Sertanejo”

Yuri foi melhor nos três rounds, tendo conseguido boas quedas e ido bem na trocação. Ao fim dos três rounds, merecida a vitória por decisão unânime para Marajó.

Confira todos os resultados:

Anderson Silva venceu Yushin Okami por TKO aos 4min2s do R2

Mauricio Shogun venceu Forrest Griffin por TKO no R1

Edson Barboza venceu Ross Pearson por decisão dividida

Rodrigo Minotauro venceu Brendan Schaub por TKO aos 3min9s do R1

Stanislav Nedkov venceu Luiz “Banha” Cane por TKO aos 4min do R1

Thiago Tavares venceu Spencer Fisher por TKO aos 2min21s do R2

Rousimar Toquinho venceu Dan Miller por decisão unânime

Paulo Thiago venceu David Mitchell por decisão unânime

Raphael Assunção venceu Johnny Eduardo por decisão unânime  

Erick Silva venceu Luis Beição por TKO aos 40s do R1

Yuri “Marajó” Alcantara venceu Felipe “Sertanejo” Arantes por decisão unânime

Yves Jabouin venceu Ian Loveland por decisão dividida

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *