UFC on Versus 5 tem show de Jiu-Jitsu e finalizações

Share it

O UFC on Versus 5 contou com muita luta no chão, não apenas nas quatro finalizações da noite, mas em praticamente todos os desafios. Confrontos frenéticos, mesmo sem um card estelar, foi uma das melhores edições da temporada.

Na principal luta da noite, Chris Lytle mostrou por que já recebera cinco vezes o prêmio de melhor luta. Quase até o fim prevaleceu o boxe. Lytle levava vantagem, mas Dan Hardy também conseguiu bons lances. No terceiro assalto, Hardy tentou reagir, mas Lytle respondeu com uma justa guilhotina e botou o inglês para bater.

No combate entre Ben Henderson e Jim Miller só faltou sair faísca. Enquanto Ben conseguia aplicar boas quedas e ia bem na trocação, Jim era perigoso nas tentativas de finalização, chegou a esticar o joelho do oponente. Mas Henderson escapou dos golpes e foi mais agressivo no ground and pound. No assalto final, pegou as costas, quase finalizou e montou. Vitória merecida para o faixa-marrom de Jiu-Jitsu, que interrompeu uma série de sete triunfos de Miller.

Donald Cerrone mostrou por que era considerado favorito na luta contra Charles do Bronx. O lutador evitou as quedas e foi mais efetivo na trocação. Charles sentiu o golpe e puxou para a guarda, mas o Cowboy percebeu o momento e continuou a socar. Não restou opção ao árbitro Mario Yamasaki a não ser interromper.

No card preliminar, vitória do estreante Ronny Markes e muito Jiu-Jitsu. Ronny foi bem na trocação contra karlos Vemola e usou bem as quedas nas três parciais. Ao chão, chegou à posições de superioridade e controlou o oponente. Após os três rounds, decisão unânime a favor do brasileiro.

Jimy Hettes e Alex Caceres fizeram um combate agradável de se ver, muito movimentado e com técnica no solo. Depois de muitas reviravoltas, se deu bem Hettes, com um mata-leão na segunda parcial. Cole Miller e TJ O’Brien fizeram um segundo round emocionante. Melhor para Miller, que definiu com uma justa guilhotina, no segundo assalto. Ed Herman também finalizou. A vítima foi Kyle Noke, ainda na primeira parcial, com uma chave de calcanhar.

Confira todos os resultados:

Chris Lytle finalizou Dan Hardy com uma guilhotina aos 4min16s do r3
Ben Henderson venceu Jim Miller por decisão unânime
Donald Cerrone venceu Charles Oliveira por TKO aos 3min1s do R1
Duane Ludwig venceu Amir Sadollah por decisão unânime
Jared Hamman venceu C.B. Dollaway por TKO aos 3min38s do R2
Joseph Benavidez venceu Eddie Wineland por decisão unânime
Ed Herman finalizou Kyle Noke com uma chave de calcanhar aos 4min15s do R1
Ronny Markes venceu Karlos Vemola na decisão unânime dos juízes
Jimy Hettes finalizou Alex Caceres com um mata-leão a 3min12s do R2
Cole Miller finalizou TJ O’Brien com uma guilhotina aos 2min38s do R2
Jacob Volkmann venceu Danny Castillo por decisão unânime
Edwin Figueroa venceu Jason Reinhardt por TKO aos 50s do R2

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *