Belfort avassalador no UFC 133; Rashad nocauteia Tito

Share it

Belfort comemora em foto de Josh Hedges.

O UFC 132 contou com belos nocautes, neste sábado, na Filadélfia. Ao todo, cinco lutas terminaram dessa forma. GRACIEMAG.com fez a cobertura completa pelo @graciemag_br e agradece aos leitores. Foram tantas participações que até congestionaram a timeline no Twitter!

Na principal da noite também foi assim. Veterano, Tito Ortiz tentou fazer o que podia contra Rashad Evans. Mas, na segunda parcial, Rashad derrubou e abafou no chão, seja na meia-guarda, no cem quilos ou no crucifixo invertido, travando o braço do adversário para socar. Tito escapou e permaneceu de quatro apoios ao chão, para evitar as joelhadas no rosto. Mas Evans surpreendeu, e, com o joelho, acertou em cheio, mas no plexo de Ortiz, que deitou-se, sem condições. Alguns golpes em seguida não restava nada mais ao árbitro além de encerrar a peleja.

Na segunda luta principal, Vitor Berlfort fez valer o apelido: Fenômeno. Na trocação, castigou Yoshihiro Akiyama, que caiu ao chão. Bem ao seu estilo, Vitor continuou socando, sem parar. Em apenas 1min52s, chegou ao 14º nocaute da carreira.

No card preliminar, Chad Mendes manteve a invencibilidade contra Rani Yahya, tendo conquistado a 11ª vitória. Chad anulou as tentativas de Rani em levá-lo ao chão e ainda conseguiu derrubar. Ao fim dos três rounds, o brasileiro não conseguiu ser efetivo, o que valeu a decisão unânime a favor de Mendes.

Já Rafael Sapo conseguiu a primeira vitória no UFC contra Paul Bradley, depois de uma derrota e empate. O faixa-preta de Jiu-Jitsu não deixou o oponente derrubar e usou bem os chutes durante a luta. Levou vantagem na maior parte do tempo, tendo a preferência dos jurados em decisão unânime. Sapo deu fim a uma sequência de seis lutas sem perder do oponente.

Confira todos os resultados:

UFC 133
Pensilvânia, Estados Unidos
Sábado, 6 de agosto de 2011

Card completo:
Rashad Evans venceu Tito Ortiz por TKO aos 4min48s do R2
Vitor Belfort venceu Yoshihiro Akiyama por KO aos 1min52s do R1
Brian Ebersole venceu Dennis Hallman por TKO aos 428 do r1
Constantinos Philippou venceu Jorge Rivera por decisão dividida
Rory MacDonald venceu Mike Pyle por TKO aos 3min54s do R1
Alexander Gustafsson venceu Matt Hamil por TKO aos 3min34s do R2
Chad Mendes venceu Rani Yahya por decisão unânime
Ivan Menjivar venceu Nick Pace por decisão unânime
Johny Hendricks venceu Mike Pierce por decisão dividida
Mike Brown venceu Nam Phan por decisão unânime
Rafael “Sapo” Natal venceu Paul Bradley por decisão unânime

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. Yury Andrade at 3:39 am

    o Vitor é f….Muita gente torce contra ele,o chama de creonte…Mas ele representa o q ha de melhor no brasilll…O anderson humilha seus adversarios de forma desonrosa,isso ñ é legal…Pra mim lyot e vitor são os maiores representantes do brasilll…Anderson mude sua postura,vc é mais do q essa mascara….

  2. Matheus Victor at 4:20 pm

    Vale soco na nuca? pq o belfort deu um na hr q o cara tava caindo … e depois no fim deu mais 2 ! Tinham q ver direito isso ai em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *