Glover e Perpétuo sobram no Clube da Luta

Share it

Não faltou emoção na primeira edição do Clube da Luta, que rolou nessa quarta-feira no Via Show, em São João de Meriti, Rio de Janeiro. Com um card de valor, Bruno Gagliasso na plateia, Paulo Zulu de repórter, Acelino Popó com tudo no camarote  e show da banda O Rebu, do fã de lutas Tico Santacruz, o bicho pegou no cercado do evento homônimo do filme estrelado por Brad Pitt e Edward Norton, como testemunhou nosso colaborador Junior Samurai.

Sangue e raça marcaram o GP até 77 kg, onde triunfou o mão-pesada Hernani Perpétuo. O fiel escudeiro de André Pederneiras mostrou sangue nos olhos e também na cabeça – ele disputou a grande final, contra Edilberto Crocotá, com um corte profundo que teimava em abrir e derramar sangue.

Perpétuo contra Crocotá, em foto de Gustavo Aragão.

O guerreiro não desistiu e, a cada interrupção, implorava: “Não parem a luta, por favor”. Com muita movimentação, a fera da Nova União dominou os três assaltos, sempre melhor na trocação. Nos últimos segundos, para abrilhantar ainda mais a conquista, ele resistiu a uma guilhotina encaixadíssima, que melou de sangue a jaula armada na terra dos valentes.

Delson Pé de Chumbo substituiu Murilo Bustamante na luta internacional e não decepcionou. Mesmo sentindo um pouco a briga contra a balança em cima da hora, o campeão mundial de Jiu-Jitsu mandou bem contra o campeão do Deep Yuya Shirai, e levou o cinturão do torneio por decisão dos jurados.

Já Glover Teixeira, como dizem, não deu chance ao azar, e anulou o jogo de chão do bicampeão mundial absoluto Marcio Pé de Pano. Com a esparramada em dia, Glover não foi derrubado e dominou em pé, além de maltratar no ground and pound e soltar a marreta até o juiz interromper no segundo round.

Ex-lutador do UFC, Ronys Torres colocou o Jiu-Jitsu em prática. Depois de aplicar um quedaço, o manacapuruense tentou um mata-leão. Mas a vitória veio com uma kimura muito bem encaixada, tudo isso no primeiro round. A luta entre Toninho Fúria e Alexandre Chambinho acabou no intervalo do segundo para o terceiro assalto. No embate, Fúria foi melhor na primeira parcial, já Chambinho equilibrou as ações na segunda etapa, mas uma lesão no joelho impediu seu retorno para o derradeiro round.

Glover bota pressão em Pé de Pano. Fotos: Gustavo Aragão.

Clube da Luta
Via Show, Rio de Janeiro, RJ
20 de julho de 2011

Luta reserva do GP
Kell Santos venceu Claudionor Fontinele por decisão dividida dos jurados

GP até 77kg
Edilberto Crocotá venceu Viscardi Andrade por decisão unânime
Hernani Perpétuo venceu Daniel Acácio por decisão dividida

Superlutas

Eduardo Kiko finalizou Junior de Oliveira com uma guilhotina no 2R
Toninho Fúria venceu Alexandre Chambinho por desistência no intervalo para o 3R
Ronys Torres finalizou Eduardo Pachu na kimura no 1R

Final do GP até 77kg
Hernani Perpétuo venceu Edilberto Crocotá por decisão unânime

Glover Teixeira venceu Marcio Pé de Pano por nocaute técnico no 2R
Delson Pé de Chumbo venceu Yuya Shirai por decisão dividida

Ler matéria completa Read more
There are 10 comments for this article
    • Canibal at 7:23 pm

      Ganhou na palhaçada, pois não acertou mais de 5 socos na luta. Seu melhor momento foi uúnico e exclusivamente a guilhotina nos segundosfinais. Fraco tecnicamente, brigador de rua!

  1. Jeanmarques at 6:04 am

    Vergonha onde? Crocota venceu??? Tá maluco, cara??? O Heranni dominou os tres rounds. Fora a guilhota o crocota nao fez nada vezes nada! Muito leigo de luta tu, rapaz!

  2. Jeanmarques at 6:05 am

    Kakaka, o crocota fez trocentos nicks e entrou aqui pra se dar moral! Kakakakak! Tomou um pau! Nego é muito cego… piada esses clones de Crocota fanfarraò!!!

  3. Hugoduartefera at 11:50 pm

    crocota com aquela marra o hernani nao deixou se intimidar meteu a porrada!!! parabéns hernani continue assim oss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *