Na expectativa do ADCC, Bernardo afia armadilhas

Share it

Bernardo busca raspagem contra Ceconi no absoluto do Mundial. Foto: Dan Rod.

O ouro não veio, mas isso não apaga a excelente participação de Bernardo Faria no Mundial de Jiu-Jitsu. O faixa-preta chegou na final do pesado e do absoluto, parado apenas por Rodolfo Vieira, que acabou ficando com as duas medalhas de douradas. Agora a fera da Alliance afia o jogo em Las Vegas e aguarda, ansiosamente, uma oportunidade no ADCC. Para lá, como conta, talvez já tenha decifrado o caminho para superar Vieira.

Confira a conversa com o GRACIEMAG.com:

Neste Mundial o ouro não veio, mas, mesmo assim, o que achou da sua participação? Enfim, você chegou à duas finais…

Cara, infelizmente não consegui ser campeão, perdi as duas finais para o Rodolfo que está de parabéns. Ele fez um excelente campeonato mais uma vez. Na hora, lá, fiquei bastante triste, pois treino todos os dias para sempre ser campeão e, infelizmente, neste ano não deu. Mas acho que é isso… Graças a Deus, apesar de não ter vencido, consegui fazer um bom campeonato, fiz muitas lutas, venci grandes adversários e, mesmo não tendo sido campeão, consegui mostrar um bom trabalho, o tanto que treino, pois cheguei nas duas finais.

Tirou alguma grande lição especificamente nesta competição?

Na minha opinião, tudo é merecimento, e se o Rodolfo vem ganhando é porque ele está merecendo mais do que os outros. E o merecimento não é só ir na academia e treinar, é comer bem, dormir bem, treinar muito, competir bastante, ser um cara legal com todos, ter um suporte legal da família, amigos e professores, enfim, tudo está envolvido. Então agora só resta me dedicar mais e mais para conseguir manter bons resultados e na próxima ser o merecedor da vitória.

Na sua opinião, o que falta para bater o Rodolfo? Qual seria o melhor caminho para pará-lo, talvez derrubar?

Acredito que para vencer o Rodolfo o atleta tem que estar completo e conseguir, de preferência, começar a luta vencendo. Ele tem a base muito boa e virar uma luta contra ele é bem complicado. Então acredito que o caminho possa ser, sim, derrubá-lo ou conseguir uma raspagem no início da luta. Mas, na verdade, penso mesmo é que não existe um segredo, o negocio é trabalhar duro, treinar muito e se dedicar mais ainda. Como disse anteriormente, acredito que vence quem se dedica mais.

Como segue agora nas competições? Você pode ou foi convidado pelo ADCC?

Depois do Mundial vim para Las Vegas tirar umas férias e ao mesmo tempo aprender com um dos caras que mais sabe Jiu-Jitsu que já vi: o Sergio Penha. Ele já foi, inclusive, o professor de vários campeões de Jiu-Jitsu e do UFC. Fico aqui durante todo o mês de Junho, tendo a oportunidade de curtir a cidade, treinar e aprender. Está bom de mais. O foco total para o segundo semestre é lutar o ADCC, sempre foi um sonho para mim participar de um evento como este e já estou treinando bastante sem kimono. Infelizmente, ainda não fui convidado, estou naquela expectativa. Gostaria muito de ser convidado para a categoria até 99kg. Vou treinar muito, me dedicar ao máximo sem kimono para, caso o convite aconteça, chegar lá e conseguir mostrar um bom trabalho e ser campeão. A minha principal luta será conseguir este convite! Queria agradecer a todos que torcem por mim e, quem quiser falar comigo, o contato é bernardorochajf@yahoo.com.br.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *