“Bad Boy” comemora o tetra e comenta rivalidade com Caio

Share it

Malfacine logo após a vitória. Foto: Ivan Trindade.

Bruno Malfacine é o maior campeão do mundo quando se fala em peso galo. O faixa-preta conquistou, neste domingo, em Long Beach, o tetracampeonato na categoria ao derrotar o grande rival Caio Terra na final do Mundial. Falando em Caio, “Bad Boy” comenta na entrevista abaixo, entre outras coisas, a rivalidade com o representante da Gracie Elite e também pede o exame antidoping no Jiu-Jitsu.

Confira o bate-papo com o GRACIEMAG.com:

Como foi a campanha?

Fiz quatro lutas. Não conhecia os meus adversários até a final, mas foram ótimas apresentações. Na primeira consegui finalizar, na segunda fiz 20 a 0, a semifinal foi 10 a 0 e a decisão, contra o Caio, foi 4 a 2. Foi um grande feito e estou muito feliz. Treinamos o ano todo para este evento.

E a decisão contra o Caio?

Um conhece o jogo do outro, nos conhecemos bastante. Acho que neste ano vim muito melhor preparado que nos outros Mundiais e havia estudado muito o jogo dele. Fiz uma estratégia boa e me senti confortável a luta inteira. Foi um ótimo campeonato, acho que foi o melhor Mundial que já lutei.

Neste ano você acabou perdendo no Europeu e Pan. O que mudou para o Mundial?

Embora não tenha tido um ano perfeito, lutei o Europeu e Pan em categorias que não eram a minha. Ninguém gosta de perder, mas acho que, de uma forma ou outra, isso me fez chegar ao Mundial melhor. Cheguei mais forte e experiente. Agradeço muito ao Fabio Gurgel pelos treinos, ao trabalho de preparação como Edson Ramalho, e a todos os meus companheiros. Também ajustei bastante o meu jogo na academia do Cobrinha. Todos os leves da Alliance foram treinar lá e foi fundamental para a luta final. Lutei certinho, com a estratégia correta e fez a diferença.

Bad Boy contra Caio. Foto: Ivan Trindade.

Comente sobre essa sua rivalidade com o Caio Terra…

O Caio é um atleta duro e estamos sempre nos encontrando nas finais. Sempre vai ser assim, eu querendo ganhar dele e ele querendo me ganhar, mas sou bem tranqüilo, fico na minha. Acho que é ele que gosta de falar mais, então deixo essa parte com ele. Quanto a uma declaração que ele fez no Pan, acho que, realmente, tem que ter um teste antidoping. Isso vai ajudar a todo mundo e acho que já está caminhando para esse patamar. Apenas acho que não se deve acusar os outros, como ele fez indiretamente comigo. É melhor pensar antes de falar besteira. Mas, rivalidade, não tenho nada contra ele.

Como segue na temporada depois desse título?

ADCC é o sonho de todos e o meu também. Se rolar convite, ia adorar. Mas, independentemente disso, pode ser que eu foque nos campeonatos sem kimono no segundo semestre. Vamos ver o que vai rolar. Também espero focar nos seminários. Vou aproveitar para descansar e comemorar um pouquinho, né?!

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article
  1. Bruno at 11:50 pm

    Que eu saiba o caio nao acusou ninguem simplesmente constatou oque esata a mostra .Tem muinta gente tomando bomba.Nao sei porque a galera da aliance se mordeu ?( na verdade eu sei…) e a luta foi 2 a 2 , nao 4 a 2 . e eu ainda daria 2 pontos de queda pro caio no inicio da luta

  2. Ricardo at 2:36 pm

    A ‘água’ da Alliance é sinistra.. olha como estão Luanna, Gabi.. ahahahahahha
    Prefiro o jogo do Caio, mas o Malfacine é um monstro do BJJ tb e tem que ser muito respeitado, sua qualidade se comprova pelos resultados e por suas lutas..

    alias, o próprio Caio já falou que ele é muito bom

  3. Andre Rodrigues at 6:41 pm

    Eu o conheço pessoalmente sei que não usa nem usaria…não faz uso de nem de bebidas alcolicas.. ele simplismente treina diariamente o dia inteiro… e tudo com muito esforço trazendo resultados… e dizer as pessoas sempre dirão….mas é só olhar todo histórico de carreira.. simplesmente o melhor..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *