Blog: Do Mundial para a história, com Jacaré

Share it

Ele foi o protagonista do momento mais comentado da história dos Mundiais de Jiu-Jitsu. Ao não bater em um armlock encaixadíssimo por Roger Gracie na final do absoluto faixa-preta, Ronaldo Souza virou lenda.

Nos sete anos que se passaram, a atitude de Jacaré foi chamada de coragem, bravura, vontade de vencer e espírito de campeão, mas também de loucura, irresponsabilidade e até de violação das regras do Jiu-Jitsu. A verdade, porém, é que todos concordam com um adjetivo sobre aquela final: histórica.

A polêmica queda na placa

Surpreendentemente, o próprio faixa-preta, hoje dedicado exclusivamente ao MMA, não tem a final de 2004 como a que guarda com mais carinho na memória, e sim a final de 2005, quando nova decisão polêmica com Roger lhe garantiu o bicampeonato.

Em relato exclusivo ao Blog GRACIEMAG no Mundial, Jacaré fala sobre as duas finais enquanto  relembramos esses dois momentos eletrizantes que ajudaram a construir a história da competição mais importante do Jiu-Jitsu.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. Cesar at 12:29 am

    Entao o Mendes nao foi o primeiro e nem o unico a nao aparecer no podio!
    Nosso caro amigo Roger Gracie ja havia feito essa proeza!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *