Blog: “É muito bom ser exemplo”, Gabrielle Garcia

Share it

Imagine você ser a personificação do adversário a ser enfrentado quando Helio e Carlos Gracie  formataram o Jiu-Jitsu. Imagine saber que a esmagadora maioria do público está contra você sempre que você entra para lutar apenas porque o seu adversário é bem menor. Imaginou?

Pois Gabrielle Garcia, 25 anos, vive tais situações desde o início da carreira. Por muito tempo, a faixa-preta da Alliance sofreu com isso e se revoltou contra aqueles que a apupavam e vibravam com cada revés. Há algum tempo, porém, Gabrielle decidiu transformar os apupos em motivação e não mais em ira. A nova mentalidade somada à dedicação exclusiva aos treinos, levaram Gabi a um novo patamar como competidora e a alçaram ao estrelato no mundo do Jiu-Jitsu.

Em entrevista exclusiva para o Blog GRACIEMAG no Mundial, a gaúcha que treina como poucas e poucos falou sobre como mudou a atitude e passou a se concentrar apenas na luta. Gabi falou também da saudade da família que vive no sul, do número de fãs que cresce a cada dia e da possibilidade de ficar frente a frente com outra “big girl”da arte suave, a americana Lana Stefanac.

Ler matéria completa Read more
There are 13 comments for this article
  1. Eric at 11:37 am

    ” Tenho certeza que minha família tem muito orgulho de mim.”
    E os fãs tambem Gabi!
    Quem já te viu treinando sabe que o seu lugar é exatamente onde esta hoje… NO TOPO!
    Que Deus a abençõe a cada dia mais!
    Osssss…

  2. isaias at 1:26 pm

    O que mais me admira na Gabi eh q ela ganhou muitas lutas com chaves kimura, etc e não usou o peso e tamanho como vantagem sobre as oponentes!!! Mas se ela mudar de estilo, tudo bem!!!! Roger, B Stima, Rodolfo Vieira, todos usam o tamanho para ajudar a tecnica, montam, etc Gabi Alliance tambem pode !!!!!!!! OSSSSS!!!!

  3. Yury Andrade at 3:05 pm

    O Roger em um mundial finalizou todo mundo na montada,no outro pelas costas,e so pq a Gabi é do sexo feminino ficam criticando ela…

  4. raiane at 12:30 am

    Gabi e minha inspiracao, ela mudou muito e eu me inspiro demais nela nos treinos e para um dia chegar a faixa preta, gabi e idolo

  5. Luciano Pereira Padilha at 9:00 am

    Gabi, você é muito linda. Na verdade você é uma gatinha, gatinha não UMA GATONA, e que GATOOOOOOOONA……. Uma vez meu pai me disse “a melhor forma de você vencer um adversário, é mostrar que você sempre será melhor que ele, mesmo perdendo…”. Hoje tenho essa frase como um lema de vida. Você sempre será a melhor, não por somente treinar mas por mostrar o oposto das críticas. Parabens pelo sucesso, você merece e será ainda muito mais…

  6. Marcelo Dunlop at 4:59 pm

    O problema é que tem gente que ofende atletas, acusa campeões com argumentos inacreditáveis como “é só olhar”, e o fazem por trás de nomes e emails falsos. Quando o comentário é sumariamente descartado, por ofender quem briga pelo nosso esporte, se enchem de moral e pedem liberdade de imprensa. Não escrevam o que vocês não gostariam de ler sobre si mesmos, caso contrário isso aqui vira uma rinha de galo. Assim vocês me desanima, deixa eu ir lá olhar o vídeo do mestre apagando.

  7. Asterix at 12:34 am

    Ela so ganha pelo peso, todos sabem disso. Ela mal chega na Azul pela tecnica e so ver uma luta para perceber isso !!! E nao falo sem saber nao treinei junto com ela, conheco bem sua arrogancia e corpo mole .

    • Asterix at 9:05 pm

      O Pior é que se acha a TOP, tem tecnica de faixa azul e peso de caminhão ta na cara !!! a alliance usa ela para propaganda, mas no intimo sabe que é uma aberração !!!

  8. Rafael at 10:51 pm

    Me desculpa, mas na minha opinião nao se defende o jiu-jitsu como esporte lutando dessa maneira nem sendo desse tamanho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *