Em recuperação, Hominick assiste à luta pela primeira vez e comenta

Share it

Coração de leão: Mark pode voltar a lutar em dois meses. Foto: Josh Hedges.

No sábado, o canadense Mark Hominick desceu do Octagon após cinco rounds contra José Aldo com o bom-humor intacto.

Se a cabeça estava inchada e as feridas se espalhavam pelo rosto,  o dono de um dos maiores galos da história do UFC não deixou a bola cair. Após ir ao hospital, onde foi analisar em especial o olho esquerdo, que sangrava na luta e preocupou Dana White e o pessoal do UFC, antes de dormir Hominick pegou o telefone e perguntou a Aldo, via Twiter, se ele topava um sexto assalto.

Tirando alguns inchaços, segundo Mark, hoje está tudo bem com ele. Por enquanto, o lutador está descansando, desinchando, e ele só retornou ao hospital acompanhando a esposa grávida de 9 meses. Tudo bem com ela também. Hoje, foi a vez de o desafiante rever a derrota por decisão dos jurados.

“Assisti à luta pela primeira vez, pessoal. O knockdown no terceiro assalto realmente freou meu ímpeto. Parabéns ao campeão do @ufc, @josealdojunior”, twittou @MarkHominick, entre dezenas de agradecimentos aos fãs que mandam mensagens emocionadas com a melhor luta do UFC 129. “Estou faminto por voltar aos treinos, ganhar mais força e voltar a vencer”, completou Mark, que antes de voltar aos treinos deve se submeter a uma tomografia computadorizada para assegurar-se de que tudo está bem.

Além dele, o campeão meio-médio GSP, Randy Couture, Jason Brilz, Sean Pierson, Charlie Valencia e Kyle Watson também receberam suspensões preventivas de 60 dias da Comissão Atlética americana, sinal de que o evento foi sinistro. Já Aldo pode voltar depois de 30 dias.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *