White: entre o reconhecimento e a polêmica no Canadá

Share it

Dana segura a toalha para Ben Henderson pesar despido. Foto: Marcelo Dunlop.

A passagem do furacão UFC por Toronto está deixando marcas, e a figura de Dana White está diariamente nos jornais.

Ontem, o homem de frente do UFC foi assunto com dois assuntos diferentes, quase opostos. O primeiro, já está na prateleira, resolvido. O segundo ainda pode dar dor de cabeça para o presidente da organização que mais cresce no planeta.

As boas notícias primeiro?

Mr. White recebeu o prêmio de homem de negócios do ano de 2011 da Top Choice Awards, sediada em Toronto. Dana pegou o troféu, pediu para um assessor segurar e ficou realmente amarradão.

As más agora. A imprensa canadense resolveu comprar uma briga com o UFC sobre o doping. Numa reportagem curta, mas provocativa, executivos da Agência Mundial Anti-Doping (World Anti-Doping Agency, ou WADA) disseram que o UFC não faz um exame sério com seus atletas, apenas jogando para a torcida. O Centro Canadense de Ética no Esporte (CCES) e a Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA) também foram procuradas pela agência de notícias Reuters, e informaram que o UFC jamais os procurou para realizar os testes de urina com seus atletas.

Assessores do UFC responderam curto e grosso que a organização é rigorosa quanto ao doping e usa somente laboratórios credenciados pela WADA, apesar de os exames não serem controlados pela WADA realmente. Já o presidente entrou de sola, como de costume.
“As pessoas não percebem é que somos regulados pelo governo. O governo supervisiona o que fazemos, é o governo que vem e faz os testes antidrogas nos caras. Para você usar esteróides hoje em dia, tem que ser um completo idiota”, declarou Dana White.

Será que o assunto vai virar uma dor-de-cabeça para White, ou também vai para a prateleira? Em tempos que o pessoal no Jiu-Jitsu pensa que qualquer exame antidoping resolve tudo, é algo a se pensar. Se nem o UFC consegue satisfazer a WADA, o que dirá campeonatos amadores da arte suave…

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *