UFC 129: Aldo e GSP vencem, Lyoto nocauteia Couture

Share it

Foto: Marcelo Dunlop.

Ao contrário dos eventos mais tradicionais do Ultimate, quando o ginásio fica cheio apenas na hora dos combates principais, o público lotou o Rogers Centre, em Toronto, no Canadá, desde a primeira disputa do UFC 129, neste sábado. E valeu a pena. Nas primeiras quatro lutas da noite, por exemplo, dois nocautes e duas finalizações, todos incríveis. E a festa seguiu no card principal, confira as análises:

Georges St-Pierre x Jake Shields

Luta principal da noite, a disputa do cinturão meio-médio entre Georges St-Pierre e Jake Shields foi, provavelmente na visão da maioria, um combate que destoou dos demais. Confronto morno, sem muita ação. GSP acertou alguns bons golpes, Shields não se arriscou tanto, enfim, cinco rounds sem grandes emoções. Para ter noção, mesmo os fanáticos torcedores canadenses, fãs de St-Pierre, arriscaram algumas vaias. No entanto, o atual campeão lutou com inteligência e, apesar de algumas avarias no rosto, não sofreu muito perigo. Triunfo por decisão unânime, o nono seguido.

José Aldo x Mark Hominick

José Aldo, na estreia pelo UFC desde a fusão da organização com o WEC, encarou o lutador da casa Mark Hominick na defesa de cinturão e não teve moleza. Apesar de ter dominado os quatro primeiros rounds, com bons chutes na cocha, quedas, cotoveladas no ground and pound e knockdowns, Hominick não se entregava, mesmo com um olho bem avariado e um galo enorme na testa. No assalto derradeiro, Mark caiu por cima e trabalhou bem no chão, mas nada que colocasse Aldo muito em risco. Ao fim, depois de algumas flexões de braço ao lado do desafiante e a bandeira do Flamengo exposta, Aldo pôde afivelar novamente o cinturão nesta que foi a sua 12ª vitória seguida. Claro, a decisão foi unânime a seu favor.

Agora, devemos vê-lo no UFC Rio e o adversário já é comentado nos bastidores no Canadá: Chad Mendes, invicto em dez lutas.


Lyoto Machida x Randy Couture

Era a despedida de Randy Couture, mas Lyoto não aliviou. No primeiro round, o brasileiro manteve a distância. Até acertou mais golpes, mas foi parelho. Na segunda parcial, Machida parecia disposto a definir e, com um chute frontal parecido com o aplicado por Anderson Silva contra Vitor Belfort, nocauteou Couture, sem dó. Uma vitória para provar que é realmente um lutador diferenciado, já que Lyoto vinha de duas derrotas – embora a contra Quinto Jackson tenha sido questionável. Randy, com o dente quebrado, garantiu que não luta novamente. Lyoto disse: “Esse é o cara”. E é mesmo.


Vladimir Matyushenko x Jason Brilz

Não deu nem para o cafezinho, ou melhor, para a cervejinha! Matyushenko foi visto tomando uma gelada no dia da luta, e, no caso dele, fez bem. A primeira mãozada – um upper certeiro – fez o bombeiro Jason Brilz cair praticamente sem condições de luta. Poucos golpes depois, só restou ao juiz separar o combate. A vitória do russo foi em apenas 20 segundos.


Mark Bocek x Ben Henderson

Na primeira luta do card principal, o ex-campeão do WEC Ben Henderson atrapalhou a festa canadense que vinha comandando a noite. Apesar de tomar sufoco no assalto inicial, o americano passou a ser melhor na trocação e usou bem as cotoveladas. Um grande corte se abriu na cabeça de Mark Bocek, que não conseguiu ser efetivo com seu Jiu-Jitsu. No final das três parciais, Henderson levou vantagem na casa do adversário, o que garantiu a decisão unânime a seu favor.

Confira os resultados:

UFC 129
Toronto, Canadá
Dia 30 de abril de 2011

Georges St-Pierre venceu Jake Shields por decisão unânime
José Aldo venceu Mark Hominick por decisão unânime
Lyoto Machida venceu Randy Couture por KO a 1min5s do R2
Vladimir Matyushenko venceu Jason Brilz por TKO aos 20s do R1
Ben Henderson venceu Mark Bocek por decisão unânime
Rory MacDonald venceu Nate Diaz por decisão unânime

Jake Ellenberge venceu Sean Pierson por KO aos 2min42s do R1
Claude Patrick venceu Daniel Roberts por decisão unânime
Ivan Menjivar venceu Charlie Valencia por TKO a 1min3s do R1
Jason MacDonald finalizou Ryan Jensen com um triângulo a 1min27s do R1
John Makdessi venceu Kyle Watson por KO a 1min27s do R3
Pablo Garza finalizou Yves Jabouin com um triângulo voador aos 4min31s do R1

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *