As palavras de Minoto e Mr. Wonderful antes da luta

Share it

Rogério Minotouro e Phil Davis estarão frente a frente neste sábado, em Seattle, onde acontece o UFN 24, evento transmitido ao vivo pelo Canal Combate. Vindo de uma vitória que não agradou o público, seguida de uma derrota, Rogério Minotouro teria uma luta de vida ou morte contra Tito Ortiz. No entanto, devido a uma contusão, o oponente acabou modificado.

“A luta contra Ortiz era algo que queria há muito tempo. Desde que entrei no UFC ele era o homem que eu queria encarar. Esperei muito tempo até que tudo se alinhasse e conseguíssemos nos encontrar no octógono. Fiquei um pouco decepcionado quando ele foi forçado a sair. Mas o objetivo principal aqui é enfrentar os melhores e ficar entre os melhores, então estarei me testando nesta competição contra Davis”, declara no site do UFC.

Sobre os últimos combates, Minoto espera ter absorvido lições.

“Nas derrotas é que aprendemos. Quedas são uma parte muito importante do jogo e percebi isso lutando no UFC em duas ocasiões diferentes. Jason Brilz me derrubou e trabalhou de dentro da minha guarda, Ryan Bader não, mas ele conseguiu quedas eficazes. Meu objetivo aqui é ditar o ritmo em pé, causando danos, e se a luta for para o chão, preciso ficar por cima. Enfim, o meu verdadeiro objetivo é nocauteá-lo e não deixar ir para decisão”, adianta.

Veterano, Rogério está atento a maior habilidade de Davis.

“O cara é novo e é bom. Ele foi campeão nacional de wrestling e quatro vezes All-American. Ele tem um histórico interessante (8-0) e tem uma vantagem na envergadura, então é um cara para se tomar cuidado, porque sua vontade faz dele perigoso. Mas, por outro lado, ele não tem muita experiência no MMA.”

Invicto no MMA, Phil Davis espera emplacar mais um triunfo, quem sabe até para ter uma chance pelo cinturão, hoje com Jon Jones.

“Estudei suas lutas e acho que ele definitivamente tem algumas áreas que poderei capitalizar. Espero que o wrestling seja uma daquelas áreas que ele não melhorou”, comenta Davis, que conhece muito bem o oponente:

“É um cara que eu tinha treinado antes. Não treinei muito com ele, apenas treinei, então fiquei meio confuso.Mas, ao mesmo tempo, é negócio, e não é como se ele fosse meu principal parceiro de treinos”, encerra. 

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *