Capa: dê a volta por cima no Jiu-Jitsu

Share it

Expressões distintas no revés de Alexandre de Souza para Rodolfo Vieira. Foto: Carlos Ozório.

A derrota é um dos momentos mais indigestos e nas principais competições da arte suave não é diferente. No entanto, também é no revés que aprendemos importantes lições, experiências e aprendizados que engrossam a casca para os futuros desafios.

Na GRACIEMAG #169, em todas as bancas, nosso editor Ivan Trindade traz as lições e dicas de um time de campeões que, inevitavelmente, já sentiram o amargo gosto da derrota. São aprendizados nos dojôs que valem em diversas situações do nosso cotidiano.

“Se eu não perdesse, como poderia descobrir que tenho erros e preciso corrigi-los?”, se pergunta Rodrigo Cavaca.

“É preciso amar o que faz. O amor que sinto pelo Jiu-Jitsu, por exemplo, é o que me estimula a nunca desistir e sempre acreditar em meus sonhos”, diz Antonio Braga Neto.

“Trace imediatamente novas metas e use a derrota como combustível”, é uma das dicas de Rafael Lovato.

Para saber muito mais de um time de faixas-pretas que ainda conta com feras como Guilherme Mendes, Michael Langhi, Bernardo Faria e Xande Ribeiro, entre tantos outros, compre agora a GRACIEMAG #169 e assine as próximas edições clicando aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article
  1. napoleão at 7:01 pm

    Não desmerecendo o super atleta que o rodolfo é, mas eu estava la no dia e não so na minha opiniao como na de outras pessoas o alexandre ganhou aquela luta, por isso a cara dele de tristeza.

  2. Egon at 12:46 am

    Os comentarios citados prova mais uma vez q o esporta esta precisando de reformas urgentes…o sensei Kayron ganhou do Serginho? sim, numa luta horrorosa, parada, com suporte de juizes,…as lutas dos pesadões tendem a ser paradas devido qualquer vacilo pode gerar um tombo que pode machucar etc, mas os medios, uma vitoria destes modelos só deixa o esporte feio, lento, sem dinamisco…já que o UFC comprou o concorrente, o Abu Dhabi pro poderia “” comprar”” o IBJJF rsss dai veriamos mudanças evoluidas na modalidade!!!!

  3. Marcos Cunha at 2:03 am

    Vc pode ter até alguma razão egon, mas essa luta, por acaso, foi nas regras do world pro, foi na seletiva. além disso,acho q é no peso até 92kg, não no médio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *