Desert Force quer GP só com lutadores da região

Share it

O sírio Khalid Walled derrotou o egípcio Hani Hurricane em dezembro e é promessa pra segunda edição. Foto: Khalid Walid Hassan.

Faixa-preta de Jiu-Jitsu e promotor do Desert Force, o jordaniano e brasileiro Zaid Mirza quer usar seu evento de MMA para garimpar talentos no Oriente Médio.

A ideia de Mirza é provomer um GP dentro da próxima ediçao do DFC, no dia 31 de março, exclusivo para lutadores de países árabes, Irã e Turquia.

“Já pudemos sentir na primeira edição que a nossa região tem grandes promessas. Quero tornar estas promessas realidades”, diz Mirza.

Quem apoia a idéia é Alex Negão, faixa-preta de Carlson Gracie residente em Abu Dhabi, onde puxa os treinos de MMA do Emirates Team.

“Zaid teve uma excelente idéia. Tenho visto uns garotos muito bons aqui nesta área. Acredito que em três anos poderemos lançar alguns deles no circuito profissional”, aposta Alex.

Zaid acrescenta que incluiu o Irã e a Turquia por serem potências esportivas na região e terem muita tradição nos esportes de combate. Desta forma eleva-se o nível técnico da competição e abre-se o mercado para um total de 24 países.

Mas engana-se quem pensa que o Desert Force vai ficar restrito a lutadores do Oriente Médio. O evento terá um card profissional permanente com lutadores dos quatro cantos do mundo.

Lutadores ineteressados, tanto para o card árabe quanto internacional, devem remeter seus curriculos com foto para avaliação para o email info@desertfc.com .

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *