Sem desculpas, Calasans admite: “Errei na final do absoluto”

Share it

Calasans vibra, em foto marcante de Ivan Trindade.

Claudio Calasans Junior foi um dos principais nomes do Europeu 2011, que abriu a temporada de elite do Jiu-Jitsu em Liboa, Portugal.

O faixa-preta da Atos conquistou o peso médio (veja a final abaixo) e ficou com a prata no absoluto, ao perder para Serginho Moraes (Alliance). Confira sua análise do evento.

Como avalia seu desempenho em Lisboa?

Eu gostei, fiz nove lutas no total, sendo cinco no absoluto e quatro na categoria. É claro que fui confiante para ganhar os dois títulos, queria muito isso, mas infelizmente errei na final e perdi por uma vantagem.
Foi excelente, porque no fim de outubro tive uma contusão no pescoço e fiquei três meses sem treinar, e o médico chegou a dizer que eu só poderia voltar em junho!
Com muita fé e a ajuda de um aluno osteopata, o Fernando da Equality, melhorei bem antes do previsto e em janeiro voltei a treinar. Não era nem para eu ter entrado no absoluto, mas a galera da Atos me incentivou e foi legal. Dei uma sentida no preparo físico, cansei nas duas finais, mas não vai mais acontecer. Já estou treinando com a cabeça nos proximos objetivos.

O que achou de sua trajetória no absoluto?

Foi a segunda vez que disputo um absoluto da IBJJF, e foi mais uma vez uma chave bem complicada. Na primeira luta finalizei um atleta superpesado com um armlock, na segunda ganhei por pontos do Augusto Mendes, o Tanquinho, e na terceira rodada ganhei do Lucio Rodrigues, o Lagarto. Na semifinal ganhei do Bernardo Farias também por pontos. Estou animado para continuar me arriscando no aberto, mas tenho de estar muito treinado, acabo fazendo o dobro de lutas e ainda enfrentando gente mais pesada, quase sempre.

Como avalia o duelo com o Serginho na final do absoluto?

A luta foi muito dura, decidida somente por uma vantagem. Já reassisti várias vezes procurando onde eu errei para na próxima não vacilar. Méritos para ele que saiu vencedor, acho que não tem muito o que comentar. Em lutas duras você precisa estar muito concentrado para não errar. Confiança também conta.

O que você pretende melhorar?

Ganhando ou perdendo sempre procuro melhorar onde errei! Na hora da luta dou o meu melhor, fazendo tudo dentro do meu alcance, mas sempre erramos. Então tento encontrá-los para não repeti-los, e elevar assim o nível do meu Jiu-Jitsu cada vez mais.

Quais são seus próximos desafios?

A Atos vai fazer um camp em San Diego, na Califórnia, começa na primeira semana de março e vai até o Pan. Não vou ficar fora! O primeiro compromisso é o Pan, e vai ser meu primeiro. Como sempre, vou buscar o primeiro lugar no pódio!

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *