Um demolidor em cenário de destruição

Share it

Aldo no Haiti. Foto: Divulgação / Não conta lá em casa.

José Aldo foi eleito o lutador de MMA do ano de 2010 pelos leitores e pela equipe de GRACIEMAG. Mas não tem jeito: o sucesso do campeão dos penas do UFC parece que jamais vai subir à cabeça. Em vez de férias (merecidas) em algum recanto paradisíaco, José Aldo partiu para uma missão solidária no Haiti, país da América Central sacudido por um terremoto em janeiro do ano passado, e cujo cenário ainda apresenta mais estragos do que os sofridos pelos oponentes do pequeno amazonense.

Via Twitter, @josealdojunior contou que retorna amanhã ao Brasil. Ele comentou o que viu durante a Jornada Haitiana do Esporte pela Paz, que contou com outras estrelas brasileiras.

“Nunca vi nada parecido. Estou chocado, tudo é muito triste mesmo. A gente reclama de tudo de barriga cheia”, refletiu o campeão, que chegou a chorar em palestra do jogador de vôlei Nalbert na capital do país, Porto Príncipe. “Me emocionei como nunca. O (nadador) Luiz Lima fez uma homenagem a um soldado que cantou com as crianças num orfanato. Chorei bastante”.

Foto: André "Fran" Pires.

Aldo também emocionou alguns fãs, em especial o soldado Vanute Patreve, como registrado em reportagem do Globoesporte.com.

Outro admirador de Aldo foi o jornalista André “Fran” Pires, que tirou foto “armando” para o ídolo. “Conversamos sobre a missão e as cenas com certeza vão entrar no programa”, disse André, produtor do “Não conta lá em casa”, exibido nas noites de quarta-feira no canal a cabo Multishow.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *