Por que Carlinhos acha “difícil” que Roger tenha o mesmo sucesso no MMA

Share it

Carlos Gracie Junior. Foto: Arquivos GRACIEMAG.

Roger Gracie poderá alcançar no MMA o mesmo sucesso que teve no Jiu-Jitsu esportivo? Esta foi a pergunta que o repórter Marcelo Alonso, do Portal do Vale-Tudo, fez para Carlos Gracie Junior, tio e professor do tricampeão mundial absoluto, que luta no próximo dia 29 no Strikeforce.

“Difícil”, foi a resposta.

Por que Carlinhos, presidente da IBJJF, acha isso? Por algumas razões, como você confere no vídeo do Portal TV, abaixo. Algumas delas: “Porque no MMA um golpe de sorte acaba com a luta.” “Porque no MMA de hoje você precisa ter uma estrutura física capaz de absorver muita pancada.” “Porque os campeões do UFC hoje aguentam muito soco na cabeça.”

Como lembra Carlinhos, no MMA de hoje “se dois caras sabem Jiu-Jitsu, o mais forte vence”. E, afinal, o “Roger é grandão mas é magro, mais fino”, com menos massa muscular que os adversários.

O mestre da Gracie Barra ainda dispara: “Olha a grossura do pescoço do Cain Velasquez!”

Na entrevista de Alonso, realizada durante o último Sul-Americano, campeonato da IBJJF que fechou a temporada, Carlos Gracie Junior festeja o Jiu-Jitsu em Abu Dhabi, defende os bons modos nas academias e ainda diz qual é seu grande sonho.

Confira algumas lições do mestre, extraídas da entrevista completa.

“Meu sonho é que as pessoas entendam que o Jiu-Jitsu no fim das contas é uma arte que ajuda o ser humano”.

“Se o Jiu-Jitsu entrar em todas as camadas da sociedade, as pessoas vão ver a vida de outra forma, investindo em coisas mais valiosas e menos fúteis.”

“Roger já é uma estrela dentro do Jiu-Jitsu, não precisa correr os riscos de lutar MMA. O tempo que ele gasta treinando e lutando ele podia se dedicar mais a abrir outras academias na Inglaterra e ganhar ainda mais.”

“Antigamente o Jiu-Jitsu era uma coisa bairrista, hoje é internacional. Hoje, o público vai ao Mundial como vai a um show, para assistir na maior tranquilidade, sem estresse nenhum.”

“Ainda há menos academias nos EUA do que no Brasil. Mas as academias nos EUA têm mais praticantes do que no Brasil.”

“Para viver confortavelmente do Jiu-Jitsu, o professor precisa atrair o cidadão comum para a academia, para ter 200 a 300 alunos.”

“Por que há tanta mulher fazendo ginástica e tão pouca fazendo Jiu-Jitsu? Uma das razões é que o ambiente da maioria das academias não é convidativo para elas. Você não vai levar sua mulher ou filha para um lugar onde todo mundo anda sem camisa, fala palavrão e faz o que quer. A academia em vez de escola vira um clube da luta”.

Carlos Gracie Jr.

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article
  1. felipe amorim at 4:06 pm

    a última análise do carlinhos foi muito bem acertada, mas a declaração mais triste foi ele admitir que o reinado da família gracie acabou no vale tudo, bons tempos os anos 80 e 90 onde o sobrenome gracie e o jiu-jitsu como um todo impunham respeito e medo, mas o próprio carlson já disse que isso acabaria acontecendo um dia.

  2. little at 5:21 pm

    Muito boa essa entrevista do carlinhos, que inclusive responde a muitas críticas que ele mesmo recebe, de forma natural e sincera. Parabéns ao Marcelo alonso e a graciemag por divulgar. sobre o fim do reinado dos gracie, comentado pelo felipe, realmente é uma pena. No entanto, acho q novos gracie virão (discordo um pouco do Carlinhos quanto ao Roger)e acho que o mais importante é o legado que os gracie deixam, seja no jiu-jitsu ou no MMA. embora muitos tenham contribuido, eles deram início a tudo isso e tem grande parcela nesse sucesso. parabéns a toda família gracie, sou fã de vcs.

  3. P meira at 5:48 pm

    Muito boa essa entrevista eu acho que nenhum lutador de jiu jitsu deveria se arriscar no M.M.A.,Mas vamos lá quanto paga a premiação do campeonato mundial de jiu jitsu? Nada ,uma medalha, nem uma passagem pro ano seguinte,que mais ,o europeu , o pan , quando paga é uma merreca que não dá nem para as despesas então Sr Carlinhos vamos abrir o bolso e começar a dar dinheiro para esses atlétas o exemplo tem que vir de cima tem capeonato de bairro dando dinheiro ok ?

  4. Yury andrade at 11:48 am

    Uma das coisas q eu mais abomino é falta de disciplina dentro de uma escola de jiu-jitsu.O cidadão comum ja nôs ve de uma forma preconceituosa,e qndo decide ir ate uma academia ve os praticantes falarem palavrão,andarem sem camisa,desrespeito uns com os outros,mas tudo isso se da com ao pulso firme ou mole do faixa preta!

  5. Linario at 11:10 pm

    Mestre Carlinhos,

    Concordo,não há o que argumentar contra o que Mestre Carlinhos disse.

    Mas que eu vou torcer muito para que o Senhor esteja errado, como eu vou torcer!

    Roger com treinamento adequado em um ano estara preparado fisicamente, em tres anos, com treinamento planejado, até com previsão de derrotas e lesões, acredito que sera um dos grandes nomes do MMA de todos os tempos.

    Face ao seu primor pela tecnica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *