Bernardo Faria em busca de novas conquistas

Share it

Bernardo em foto de Gustavo Aragão.

Um dos faixas-pretas da nova geração que vêm se destacando, Bernardo Faria fez ótima temporada em 2010. O representante da Alliance venceu peso e absoluto no Pan, absoluto no Brasileiro, foi campeão mundial pela primeira vez na faixa-preta, venceu no Brasileiro de Equipes e, de quebra, fechou a categoria de peso no Europeu ao lado do mestre Fabio Gurgel.

O lutador comenta as expectativas para 2011 no GRACIEMAG.com e o grande sonho: vencer o absoluto no mundial.

Quais são os seus objetivos para este ano?

Quero manter o que fiz no ano passado, o melhor da minha vida no Jiu-Jitsu. O primeiro semestre de 2010 foi quase perfeito, fui bem em todos os campeonatos. Agora quero repetir o mesmo. Passei o ano-novo com a família, mas já estou em São Paulo treinando para caramba. Creio que o primeiro campeonato vai ser o Europeu. Em 2011 pretendo fazer igual: lutar no Europeu, Brasileiro e Mundial. Quero participar também da seletiva do World Pro em Gramado, a do Rio vai ficar muito próximo. Se Deus quiser, luto no World Pro e pretendo lutar os eventos do Fepa também, que estão crescendo.

Em 2010 você venceu seu primeiro Mundial de preta. Já está na hora de sair esse absoluto?

O absoluto mundial é o título que todos querem e é justamente o que me falta. Ano passado venci o absoluto do Pan e do Brasileiro, então vou treinar para isso. Já estou treinando muito Jiu-Jitsu e agora volto ao judô também. Vai ser campeão absoluto quem estiver mais completo no dia, seja na técnica, preparação e de cabeça. Estou trabalhando tudo isso. Até o ano passado, meu maior sonho era ser campeão mundial na faixa-preta. Agora é ser campeão mundial absoluto.

Faria em foto de Carlos Ozório.

Um dos seus grandes adversários no peso pesado é o Rodolfo Vieira, que não lutou alguns dos principais eventos em 2010. O que espera das competições contra ele agora?

Ele está muito bem, vencendo a maioria dos campeonatos que participa. Ano passado ele se machucou e não pôde lutar nas principais competições no primeiro semestre, mas não me preocupo com ele e nem com ninguém. Quero treinar o máximo, competir o máximo que puder e os resultados vão ser consequência. Vou treinar para ganhar dele, assim com treino para vencer todos os outros.

No ano passado, você também teve a chance de viajar para ministrar seminários. O que achou dessa experiência?

Fiz seminários na Finlândia, Alemanha e Brasil. Treino Jiu-Jitsu há dez anos, abri mão de tudo na minha vida para isso e as coisas estão aparecendo. Além dos resultados nas competições, tive a chance de fazer seminários, de conhecer novos lugares, conhecer pessoas e  de ganhar um dinheirinho também, o que também é bom!

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Vinícius de Barros at 12:38 pm

    Bernardão ! Estou na torcida meu camarada, voê merece e faz por onde ser um dos grandes nomes do do jiu jitsu na atualidade, espero que consiga seus objetivos e continue ser esta pessoa humilde e batalhadora. Abraços !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *