Com luta no UFC, Tavares analisa as acrobacias de Anthony Pettis

Share it

Thiago volta com tudo ao UFC / Foto: Josh Hedges

Faixa-preta de Jiu-Jitsu da Ataque Duplo, em Florianópolis, Thiago Tavares encara Shane Roller no próximo desafio. A luta acontece no UFC On Versus 3, no dia 3 de março. Em conversa com o GRACIEMAG.com, o peso leve fala sobre o combate e analisa a chegada da tropa do WEC no Ultimate, depois da fusão entre as organizações, além das acrobacias do campeão Anthony Pettis.

Confira:

Fale do seu adversário, o Shane Roller…

É um cara bom, vem do wrestling e foi três vezes All American. Além disso, tem títulos na luta de chão, como no Grapplers Quest. Isso dá também uma experiência de Jiu-Jitsu para ele. Em pé, acho que ele oscila muito. Ele me impressionou contra o Ben Henderson, mas depois o vi deixando a desejar contra outros caras. Então, nesse quesito fica uma incógnita para mim: ele troca em pé como contra o Henderson ou como nas outras lutas que vi? Mas, na verdade, ele busca levar a luta para o chão, pela sua qualidade em derrubar. Isso também não significa nada. Não sei qual a qualificação que usam, mas parece que todo wrestler já foi All American. Enfim, acho que ele vai buscar a luta no chão e já enfrentei outros bons wrestlers.

Como analisa a chegada de tantos novos atletas no peso leve, com a fusão com o WEC?

Vejo o nível cada vez mais competitivo. No WEC era um pouco abaixo do UFC, mas com exceções, lutadores como Ben Henderson, Anthony Pettis, Donald Cerrone e o próprio Shane Roller. São caras que têm o que dar. Então vai complicar cada vez mais. Jamie Varner ia lutar no UFC e não vai mais… Acho que agora o leve tem uma lista no UFC de 64 pessoas, então muita gente vai dançar. Espero que não seja eu!

Thiaguinho em ação. Foto: Josh Hedges.

O Pettis chega como campeão de leves do WEC e vai ter a chance pelo cinturão do UFC na primeira oportunidade. Ele tem chance? O que achou daquele chute incrível dele contra o Henderson (veja aqui)?

O Pettis, assim como o Ben Henderson, vai chegar forte no UFC. Eles têm condições de pegar o cinturão. O Pettis tem muitas qualidades. Essas coisas de acrobacia dependem da ocasião. Percebo que o Pettis, nos últimos segundos de cada round, apronta alguma. Ele pode até tentar fazer isso no UFC, mas, por mais que ele seja um grande lutador, não vai conseguir fazer com tanta frequência.

Como seguir nessa dura categoria e chegar perto do cinturão?

Tenho que dar o meu melhor. Fiz lutas que me apresentei bem, outras não. Tenho que me concentrar. Me sinto muito forte nessa categoria e tenho muitas qualidades. O que interessa é ficar ali dentro e vou me focar para fazer o melhor.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *