Cia Paulista fecha 2010 e Português recebe o prêmio Dragão do Ano

Share it

Fotos: arquivo pessoal.

Uma das equipes de Jiu-Jitsu mais tradicionais de São Paulo, com filiais em países como Canadá, Nova Zelândia, Austrália e Estados Unidos, a Cia Paulista realizou no último sábado a sua festa de graduação. Compareceram aproximadamente 500 alunos do time e algumas personalidades, entre elas o campeão olímpico de judô e vereador da cidade de São Paulo Aurélio Miguel.

Além das graduações, foi dado o prêmio Dragão do Ano a três atletas que se destacaram. Receberam a honraria Eduardo “Português” Santoro, que se recuperou de lesões e fechou o ano com vitórias por finalização contra feras como Guto Campos e Sérgio Moraes; Felipe Sertanejo, que usou muito bem o Jiu-Jitsu nos combates de MMA nesta temporada; e Daniel Facó, atleta sênior que lutou o Mundial No Gi na categoria adulto e foi para a final, tendo ficado com o segundo posto.

“Fico orgulhoso pela equipe. Fui introduzido no Jiu-Jitsu através do também fundador do time Waldomiro Peres Jr. Ele me trouxe do judô e juntos construímos a Cia Paulista. Com ele, fui indicado e fiz o exame para a faixa-preta com Flavio Behring e Royler Gracie, a quem deixo meus sincero respeito”, fala o mestre Max Trombini.

“O Jr. acabou indo para os EUA, alunos saíram, mas continuamos o trabalho, com o apoio do Roberto Leitão. Hoje, somando todos os nossos representantes, são quase 3000 atletas pelo mundo defendendo o Jiu-Jitsu, o que nos enche de orgulho. E o Jr. segue com sucesso também, treinador de feras do UFC como Quinton Jackson”, completa Max.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. Miltaooo at 9:12 pm

    GRANDE PRAZER EM FAZER PARTE DESSA FAMILIA, QUE 2011 SEJA FORRADO DE MUITAS VITORIAS E CONQUISTAS PARA O GRANDE EXERCITO CIA PAULISTA…OSSSSS

  2. patricia at 9:45 am

    cade a renovação da equipe o Portugues vem levando essa bandeira a 10 anos, e nao surge ninguem pra ir pras cabeças junto com ele, isso pq ele ja e senior e quase nnguem sabe disso, equipes mt menores em numero e tempo fazem bem m ais bonito como CheckMAt e Atos com um precesso de renovação de qualidade…. cade a renovação, tb com um mestre que nao pego as faixas anteriores pra se tornar preta de BJJ so poderia dar nisso…

  3. andre at 12:37 pm

    Patricia primeiro que o Português não é senior , é master. Segundo que a Cia Paulista não fez como outras equipes que tem 90% de seus atletas vindos de outras equipes como as que vc citou. Na Atos só tem os Mendes, o resto veio tudo de fora como Durinho, Guto Campos, Aryzinho,Eduardo Ramos, david ramos,Calazans,Bruno Frazato e todos os outros pretas. Check Mat; Cavaca e todos seus alunos são da Integração. A propria GB abre filiais de prof que nunca treinaram lá e mal conhecem o prof, ai junta um monte de gente que nem se conhece direito e a equipe cresce, já na Cia Paulista os atletas são formados lá, todos se conhecem; é uma grande família que não paga pau pra ninguém e tem grandes atletas. Aparece pra treinar lá as 12h que vc vai ver. OOOSSSSSSSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *