“Acredito que a Dieta Gracie é a única coisa mais importante que nosso Jiu-Jitsu”

Share it

Rorion Gracie lança no próximo sábado, em tarde de autógrafos, 106 páginas preciosíssimas, por apenas 25 dólares. Trata-se da obra “The Gracie Diet Book”, pelo qual o primogênito de Helio Gracie faz uma homenagem a seu tio Carlos.

“O Jiu-Jitsu hoje é globalmente reconhecido como a forma de combate mais eficaz conhecida pelo homem. Mas deve-se lembrar que o nosso Jiu-Jitsu é apenas uma parte do segredo de nossa saúde e vitalidade”, comentou Rorion.

Mais que uma Dieta, o método alimentar é apontado por Rorion como uma filosofia e um estilo de vida. “Desenvolvida por nosso amado tio Carlos num período de mais de 65 anos, a Dieta Gracie acredito que é a única coisa mais importante que nosso Jiu-Jitsu”, diz ele.

Rorion diz ter conseguido formular um guia simples, claro e detalhado sobre como e por que a família se alimenta desse modo, o que vai ajudar às milhares de pessoas que ouviram falar da Dieta e desistiram de segui-la.

“O livro é meu tributo para o tio Carlos e uma dádiva que ele deu a nós todos, ao desenvolver esse regime nutricional fantástico”, diz Rorion.

A festa de autógrafo do livro será no dia 11 de dezembro, na Gracie Jiu-Jitsu Academy, em Torrance, Califórnia, de 14h às 16h. Contatos pelo telefone (310) 353-4100.

Para saber sobre a Dieta Gracie também, assine sua revista favorita de Jiu-Jitsu, com reportagens especiais e seções mensais sobre o método alimentar, clicando aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. Egon at 3:51 pm

    Otima a iniciativa!! Saude hoje em dia, em tempos de correria, estresse e fast food, é algo muito importante!
    Gostaria de destacar o que uma nutrologa disse em SP- a Dieta Gracie foi baseada, em grande parte, num livro chamado “Conselhos sobre Regime Alimentar” de Ellen G White. http://www.ellenwhitebooks.com/ tem o livro citado em portugues e inglês.
    Não sou da area da saude e não pude ainda checar esta informação. A autora morreu em 1915. O mestre Carlos Graice teve uma filha que teria ido estudar e morar num colégio interno em Petrópolis(IPAE), onde um regime ovo-lacto-vegetariano (não necessariamente a dieta Gracie),e este livro é ensinado.
    Outra observação quanto a uma citação acima – amigos do Muay Tai,Karate, Capoeira me dizem que o Jiu Jitsu é simplemente ineficaz em lutas contra mais de um oponente pois para finalizar um oponente, o lutador dá as costas ao outros oponentes, assim, portanto, não é tão eficiente como diz a publicidade. Faz sentido, o JJ ou ne-waza, como lutas de solo, não podem ser aplicados contra mais de um oponente. Osssssssssssss!!!!!!!!

  2. isaias at 3:57 pm

    Me falaram que a Adriana Gracie estaria preparando um livro similar…vai sair em Português este livro do mestre Rorion? Aproveitando o momento, acho que a Graciemag poderia fazer uma matéria sobre os torneios, eventos promovidos pelo mestre Rorion, anos atras, campeonatos sem tempo de duração de luta ou até um lutador atingir 12 pontos. Quantos eventos foram? Que resultados produziram? Seriam estes os torneios em que os filhos do mestre Rorion não ganhavam? (dito pelo mestre Renzo em 2009) Grato a atenção!!!

  3. mario at 6:00 pm

    A Dieta ( dita ) Gracie, tirando as compatibilidades e incompatibilidades que não resistem à mais simples análise científica atual, é uma dieta saudável em princípio, privilegiando as frutas em geral. Há que se dar o desconto de ter sido formulada há muitos anos e dentro dos conhecimentos da época. Quanto aos comentários do Sr Egon e de seus conselheiros seria bom que se informassem mais sobre a arte suave, sobre a defesa pessoal, entender o jiu-jitsu competitivo ( com regras definidas ) e o jiu-jitsu arte marcial com toda a gama de recursos técnicos. Deveriam estudar sobre os treinos do mestre Carlson na praia , contra vários adversários ao mesmo tempo e ele apenas podendo se defender, etc. O vale-tudo foi criado nos primórdios para comparação real das diversas artes marciais e o jiu-jitsu foi ( e é ) amplamente superior. Ainda hoje se fosse feita uma competição aonde cada lutador utilizasse apenas os recursos de sua arte a vitória do jj seria avassaladora.

  4. Egon at 6:51 pm

    Mario, onde encontramos textos,videos, fotos, depoimentos serios destes treinos do mestre Carlson Gracie contra varios? Gosto do parametro – “mostrar a cobra morta e não o pau”. O pessoal de outras artes marciais, dizem que que muita coisa é lenda nos contos do mestre Rickson (por exemplo) em historias que ocorreram nos idos de 70, 80 nas ruas e quebradas do RJ. Eu não estava lá, infelizmente há poucos videos da epoca (tenho alguns documentarios) mas gostaria de ter mais fontes para mostrar para os criticos. Li certa ocasião, vou achar o nome do prof responsavel, que Fabio Gurgel e outros atletas de ponta na epoca, foram lutar um torneio de “jujitsu” europeu e não se deram bem (um jiu jitsu com socos, jutes, chaves, proteção a vera) o tal prof usou esse exemplo para ilustrar que o BJJ “só vai para “uma olimpiada se juntasse as federações internacionais de Jujitsu”. Após ler algumas opiniões, se o BJJ esporte ajustar algumas regras, pode crescer e muito sem depender de qualquer Olimpiadas. Grato atenção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *