Minas vence Sampa e Chatubinha brilha no Brasil Fight 3

Share it

Chatubinha nocauteia Uirapuru. Foto: Carlos Ozório.

O Brasil Fight MMA manteve o padrão na sua terceira edição e contou com bons combates e casa cheia em Belo Horizonte, neste sábado. No desafio contra São Paulo, os mineiros mandaram bem e venceram pelo placar de 4 a 1. Já nas lutas casadas, no principal combate da noite, Igor Chatubinha precisou de 18s para nocautear Marcelo Uirapuru.

A luta entre Chatubinha e Uirapuru valia como revanche e o aluno de Relma, do projeto social da Vila Cruzeiro, foi novamente bem. Se no primeiro combate entre as feras, na segunda edição do Brasil Fight, o triunfo veio por finalização, dessa vez foi por nocaute. Depois de encaixar um cruzado certeiro, que derrubou Uirapuru, Chatubinha ainda desferiu mais alguns golpes até o árbitro intervir.

Titi soca da montada. Foto: Carlos Ozório.

No desafio Minas x Sampa, Udi Lima buscava a finalização com um ataque duplo do triângulo. Cesar Gordim escapou com um bate-estaca. Udi sentiu e não conseguiu se defender dos socos em seguida, o que valeu o nocaute técnico para Gordim e 1 a 0 para os mineiros no placar. Em seguida, Alessandro Zoio empatou tudo. O lutador também soube aproveitar o momento e depois de Thiago Michel cair ao chão após a tentativa de um chute, grampeou as costas para finalizar com um mata-leão, em 1min10s de luta.

Cristiano Titi botou novamente os mineiros à frente contra Valter Silva. No primeiro round, o faixa-preta de Jiu-Jitsu conseguiu quedar e chegou à montada. Na segunda etapa, Silva teve um bom momento, mas, depois de sofrer uma joelhada na costela, acabou nocauteado, aos 4min5s. A vitória mineira foi assegurada com Joaquim Mamute. O primeiro round foi parelho, com Mamute bem nas quedas e no trabalho no chão, enquanto Edson Conterrâneo acertou bons socos e foi mais agressivo. O segundo assalto foi de Mamute, que conseguiu quedar e usar o Jiu-Jitsu, enquanto Conterrâneo dominou completamente a terceira etapa, com boas quedas. Na decisão dividida dos juízes, a preferência foi para o lutador da casa.

Coelho comemora. Foto: Carlos Ozório.

Finalizando o desafio, Gustavo Coelho usou muito bem a sua principal habilidade: Jiu-Jitsu. Contra a pedreira Marcio do Bronx, conseguiu boas quedas, pegou as costas e finalizou com um mata-leão aos 3min24s de combate, para a alegria da grande torcida que foi apoiá-lo.

Willian soca Facção. Foto: Carlos Ozório.

Nas outras lutas casadas, Rony Marques veio com tudo direto de Natal contra a fera Fernando Lageano. Rony conseguiu boas quedas e, depois de um knockdown com um soco certeiro, aplicou mais alguns golpes até o juiz separar. A lutadora local Ju Thai fez combate duro contra a carioca Aline Sério. Houve muito clinch e trocação, mas a decisão dividida foi para Ju. Na revanche entre Willian Viana e Maurício Facção, novamente trabalho para os juízes laterais. Willian dominou no primeiro round e, com socos, abriu um corte em Facção. Como sempre, o atleta mineiro endureceu, com gás até os últimos instantes, mas a decisão dividida foi para Willian, que empatou o saldo entre os atletas com uma vitória para cada lado. Vai ter nega?

Confira os resultados:

Brasil Fight MMA 3
Dia 27 de novembro de 2010
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Desafio Minas x Sampa
Gustavo Coelho finalizou Marcio do Bronx com um mata-leão aos 3min24s do R1
Alessandro Zóio finalizou Thiago Michel com um mata-leão aos 1min10s do R1
Cesar Augusto Gordim venceu Udi Lima por TKO no R1
Cristiano Titi venceu Valter da Silva por TKO aos 4min5s do R2
Joaquim Mamute venceu Edson Conterrâneo por decisão dividida

Lutas casadas
Igor Chatubinha venceu Marcelo Uirapuru por KO aos 18s do R1
William Viana venceu Mauricio Facção por decisão dividida
Rony Marques venceu Fernando Lageano por TKO aos 3min8s do R1

Luta feminina
Juliana Thai venceu Aline Sério por decisão dividida

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. Fabio at 9:00 pm

    O Mamute não merecia ter ganhado. Ficou na cara que o evento foi comprado para Minas, afinal mta coincidência ter dado 4×1 para o time da casa. O Conterrâneo dominou a luta, tirou sangue do mamute até ele não aguentar levantar do chão e ainda perdeu????? Quanta politicagem… isso foi uma INJUSTIÇA com o Conterrâneo!!!

  2. Rafael at 1:52 pm

    Os organizadores dos eventos não deveriam contratar atletas que fazem parte de Torcidas Organizadas. Essas Torcidas devem torcer para o futebol, e não torcer para brigas. Acaba lamentavelmente em morte, como em BH, do lado de fora do evento.
    Não brigue, LUTE!!!

  3. Gracie old school at 2:55 pm

    Fabio…não me leva a mal parceiro..
    Mas o Mamute dominou dois rounds…o Conterraneo lutou somente o ultimo.
    O mamute não bateu, não foiu nocauteado..e o conterraneo só acordou pra luta no fim…
    Nada de comprado cara…Mnas passou o carro..
    TRiste foi a briga…o resto …é nois,….

  4. Fabio at 6:53 pm

    Gracie, assim como eu, boa parte da torcida não achou que o Mamute foi merecedor. Para um faixa-preta, desculpe-me, mas ficou muito feio ter levado uma sova do Conterrâneo como faixa marrom. O primeiro round foi do mamute, o segundo foi pau a pau pros dois e o terceiro foi do conterrâneo. O Mamute pode até ter ganhado em pontos pela técnica que tem, mas em força ficou na cara q a vitória foi do conterrâneo. Sei lá cara, mas tbm achei mto estranho o árbitro ser de Minas, os juizes de Minas e o placar final ter dado 4×1.
    Só resta torcer pro conterrâneo desafiar o Mamute novamente numa revanche pra gnt tirar essa dúvida.

  5. Gracie old school at 7:23 pm

    Ae Fabio…Osss.
    Bom…de fato o melhor é a revanche mesmo…
    Mamute disse estar machucado, realmente no 3 round tomou um amasso…mas tu sabe, cansado, o cara cai de faixa..já dizia Royce…
    Quanto a briga galera, tava n aporta e vi tudo, e pior, estava com minha esposa.
    TRiste…já disse aqui varias vezes, esta mistura não dá certo…
    Arte marcial + futebol…não dá…
    Não podemos munir vandalos de torcidas organizadas…

    Valeu galera…
    Amo o nivel destes nossos papos…coisa de atleta…
    Deus abençoe a todos…
    Osssssssssssss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *