Drama de Ana Laura emociona leitor

Share it

Ana Laura dando aula na Califórnia, em foto de Deb Blyth.

“Fiquei muito comovido com a reportagem da Ana Laura Cordeiro”, começa o leitor Fábio Machado (Omar Salum/Champion Team), de Belém do Pará. Ele se refere ao Bate-Pronto que está nas bancas com a lutadora invicta da Gracie Barra, que enfrenta séria lesão.

“Eu não sou competidor, mas praticante da arte suave, e também tinha uma hérnia de disco do mesmo tamanho da nossa super campeã, que além de dores insuportáveis, já estavam me causando perda de reflexos na perna esquerda.

“Tomei analgésicos fortíssimos, inclusive à base de morfina e tentei todos os tratamentos fisioterápicos e alternativos. E posso dizer, com uma hérnia deste tamanho o melhor é se submeter a cirurgia, fui operado no dia 14 de outubro passado e no dia seguinte com menos de 24 horas de operado eu já estava andando e no dia seguinte saí do hospital.

“Com certeza a Ana tem um condicionamento físico infinitamente melhor que o meu e se ela se submeter à cirurgia vai se recuperar muito rapidamente.

“Meu médico, Dr. Eric Paschoal, optou por fazer uma cirurgia sem seccionamento dos músculos da lombar o que dificulta o trabalho do médico (foram mais de quatro horas de trabalho), mas acelera a recuperação do paciente. Hoje não sinto mais dor nenhuma e em breve começarei a minha recuperação física.

“Espero que minha experiência possa encorajar a nossa campeã e que ela volte em breve aos dojôs para alegria dos que gostam da arte suave, e para o terror de suas adversárias.”

Ler matéria completa Read more
There are 14 comments for this article
  1. ZENOBIO COSTA CTJJ BELÉM at 9:12 am

    É simples nos praticantes de jiu jitsu somos uma grande familia e se um da familia vai mau o natural e emoção e vontade de ajudar.
    O jiu jitsu tem um poder q comparo aos beneficios de uma religião.
    Amor ao iemão de pano e vontade de ajuda-lo.
    Por isso digo o Jiu Jitsu foi criado por Deus atraves do homem para ve-lo feliz. O tatame e onde passamos os melhores anos do resto de nossas vidas.
    ZenoCT
    osssss

  2. Eric de Oliveira at 9:16 pm

    Ana Laura é um exemplo para qualquer pessoa, dentro ou fora da arte suave!
    Uma verdadeira guerreira, e com ela aprendi algo de mmuito valor, como ela mesma disse: “-Meu maior adversario sou eu mesmo.”
    Deus a bençoe, que ela possa se recuperar mais rapido do que imagina, e possa estar de volta aos tatames logo, pois concordo que o tatame é onde passamos os melhores anos do resto de nossas vidas!
    Abraço Graciemag!

  3. Juliano AJALLA at 12:54 pm

    Como existem praticantes da arte suave com problemas como a hernia de disco, só na minha academia tenho 3 colegas com este problemas e todos vão operar. O atleta tem que encarar o periodo da recuperação como uma fase de auto conhecimento, manter-se em contato com amigos praticantes de Jiu jitsu, videos e livros ajuda muito. Osssssssssss!

  4. isaias at 1:16 pm

    Muito legal a materia na revista e a interação de leitores! Em Brasilia, próximo da cidade natal dela, ha um tratamento a base de fisioterapia no CIEF (na 908 sul) onde ha profissionais com mestrado na area, que podem avaliar e opinar a necessidade de cirurgia. São profissionais que já ajudaram a muitos pacientes com problemas similares a se recuperarem sem precisar de cirurgia. 61 39011540, 39017618. As responsáveis são educadoras fisicas com mestrado na area pela UNB, a avaliação é grátis e o tratamento eh irrisório. Deus ajude a atleta!

  5. jack at 4:46 pm

    o leitor Juliano esta sugerindo de a pratica do JJ causa hernia de disco? concidencia apenas? espero que não kkk bom…se alguem puder levantar uma pesquisa basica, sem fundo cientifico detalhado mas um levantamento de dados para medicos e lideres do esporte tirarem conclusoes e darem recomendações, é uma otima oportunidade!!!!!!!

  6. Ana Laura Cordeiro at 5:28 am

    Poxa pessoal ,muito obrigada a graciemag e aos leitores pela forca e pelos conselhos….Isso so me faz acreditar mais e mais na minha recuperação tenho certeza e muita Fe em DEUS que vou sair dessa com mais uma medalha de ouro!!!!!

  7. Marcio gomes at 6:53 am

    So quem ja treinou com a Ana pra saber a pressão que a garota tem”IMPRESSIONANTE”!!!!!!!!!!!!
    Disparada uma das melhores atletas que o jiu-jiutsu ja teve……. E so mais um detalhe,com pouco menos de 5 anos de jiu jitsu desbancou muitas adversarias consagradas…….

  8. isaias at 11:01 am

    Reli a matéria na revista e la a atleta diz não querer “entrar na faca”. Espero que o tratamento no Brasil seja possível sem necessidade de cirurgia. Hoje em dia há muito avanço nos tratamentos não evasivos. Se a atleta precisar vir a Brasilia para checar o tratamento no CIEF, temos amigas ,direta ou indiretamente ligadas ao esporte, que podem hospeda-la na cidade. Apesar da fama de desconfiados, em Brasilia há muita gente hospitaleira e gentil rssss Sucesso!!!!!! Esperamos ve-la no Absoluto em 2011 e também no World Pro!!! ps- não sou necessariamente torcedor da GracieBarra rsss

  9. felipe amorim at 4:02 pm

    há muito tempo venho perguntando o porque da revista ter retirado a coluna da fisioterapeuta jackeline figueireido, já falei várias vezes para se voltar com uma seção de fisioterapia, principalmente focado em exercício de fortalecimento e de prevenção, mas pelo o que eu vejo, está difícil isso acontecer.

  10. Juliano AJALLA at 5:14 pm

    A qualquer tipo de problemas físicos, mas como NÓS, bons praticantes que somos, sabemos que é inevitável as lesões de joelho ou dores nas juntas por exemplo. Qualquer arte marcial ou esporte que exige algum tipo de esforço físico tem suas lesões em particular. Apenas acretido que aquela pessoa mais propensa a desenvolver uma hernia certamente com um ritmo forte de treino que isso vai se manifestar e se agravar…

  11. Jack at 7:49 pm

    Ok Juliano Ajalla! entendi! aproveitei a ocasião para que praticantes, professores, alguém com condições,pudesse somar dados da relação pratica esportiva X doença A ou C, dai meBtres, fisioterapeutas, etc pudessem melhor orientar os praticantes, em especial aqueles que não tem um acompanhamento médico regular devido o custo que isto envolve. Osssssssss!

  12. Marcos Aparecido at 6:49 pm

    Ai Ana Laura estou daqui de unai onde tudo comecou torcendo por voce e pelo Rafael, sei que voce vai superara mais essa provacao como todas as outras que voce ja superou, nao vai ser uma lesao que derrubar a melhor do mundo ja por quatro vezes…
    Que Deus esteja com voce e te abencoe sempre…
    ass. marcao
    UMA VEZ GRACIE BARRA SEMPRE SERA GRACIE BARRA…

Deixe uma resposta para Jack Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *