Dana White acredita em MMA nas Olimpíadas

Share it

Dana White em foto de Josh Hedges

Nas antigas Olimpíadas Gregas, centenas de anos antes de Cristo, de certa forma, o MMA era disputado. A modalidade denominada pancrácio, que surgiu da união do pugilismo com a luta (uma espécie de grappling), era uma das mais importantes provas nos Jogos e se assemelhava bastante ao vale-tudo. Nela participavam os grandes guerreiros e, entre os golpes utilizados, já existiam torções e estrangulamentos, alem de serem permitidos os socos e chutes. Depois de uma interrupção de milhares de anos, o pancrácio não voltou a ser disputado na volta das Olimpíadas, em 1896, em Atenas. 

Ao decorrer dos anos, modalidades como wrestling, boxe, judô e taekwondo passaram a integrar as Olimpíadas. Entre os praticantes da arte suave, existe o sonho de o Jiu-Jitsu ganhar esse status e, se depender do presidente do UFC, Dana White, o MMA também está na disputa. 

“Você vê wrestling, boxe, judô, taekwondo, todas as coisas que são permitidas no MMA”, analisa White em declaração ao MMAJunkie.com. 

O dirigente participou de uma reunião em Nova York com simpatizantes da idéia, mas garantiu não se tratar de algum representante do Comitê Olímpico Internacional. Dana garante o apoio, mas não crê que seja ele a grande ferramenta para realizar tal sonho. 

“Vai levar um tempo. Eu sou quem tem dito que deveria ser um esporte olímpico, e espero vê-lo assim antes de morrer. Mas não acredito ser o cara que vai conseguir isso. Mas é um dos meus objetivos e acho que vai ser inevitável.”

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *