Quem será o novo rei da Flórida?

Share it

Big Mac contém o ímpeto de Ceconi no Miami Open 2009. Foto: Ray Santana.

O Miami Open encerra suas inscrições neste sábado, e o trono principal do torneio está vago.

Campeão do aberto ano passado, Luiz Felipe Theodoro, o Big Mac, não conseguiu se esquematizar para ir aos EUA nessa temporada, e lamenta isso.

“É uma pena não poder defender esse título, porque o Miami Open é um campeonato muito bacana. Lembro que a edição do ano passado, a primeira, foi um evento excelente. É um campeonato que veio para ficar, e a cada ano fica mais forte, com lutas difíceis”, exalta Big, que volta à ativa no Sul-Americano em Santa Catarina. Para isso, tem treinado forte com Roberto Tozi em Campinas, além de endurecer na preparação física com Leonardo Neto, que vinha trabalhando no futebol árabe.

As doces lembranças da Flórida não são em vão, afinal o peso pesadíssimo venceu na final uma fera em ascensão, Alexandro Ceconi, em quem fez 5 pontos.

“No ano passado, o Ceconi ainda era um cara menos conhecido, e a partir do Miami Open ele estourou. Mas não foi só esta luta, acho que até pela grande presença de brasileiros na Flórida o campeonato tem muito cara duro, em todas as faixas”, analisa Big Mac.

De fato, não vai ter peso fácil. Do leve Jonathan Torres, que também lutou em 2009, ao pesadíssimo colecionador de medalhas Stephen Hall, passando pelo médio Guto Campos, muita gente boa está confirmada.

Até sábado, mais algumas centenas de atletas vão se inscrever, por isso faça parte desta grande festa. Para participar, visite www.ibjjf.org, e confira quem está dentro!

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *