As dicas de Werdum para Roger vencer Kyle

Share it

Foto: Mike Colón

Recuperado da cirurgia no cotovelo depois da vitória contra Fedor Emelianenko, Fabrício Werdum já voltou com tudo aos treinos. O lutador faz uma série de seminários pelo mundo e, depois, volta a trabalhar pesado de olho no próximo oponente, provavelmente Alistair Overeem, pelo cinturão de pesados do Strikeforce.

Na entrevista a seguir, o faixa-preta de Jiu-Jitsu também dá algumas dicas a Roger Gracie, que encara Mike kyle no dia 4 de dezembro, oponente que Werdum finalizou com uma justa guilhotina no Strikeforce.

Werdum finaliza Mike Kyle. Foto: Esther Lin

Você finalizou o Mike Kyle. O que aconselharia ao Roger para este desafio?

Tenho certeza que o Roger vai ganhar do Mike Kyle. Isso tenho certeza. Diria a ele para fazer um boxe, porque ele tem um soco reto muito bom. É o básico, mas está funcionando. Ele pode usar isso, mas, realmente, tem que ir para o chão. Tem que enganar um pouco o Mike em pé e, quando ele menos esperar, ir para o chão. O Kyle é fraco de chão e, se cair ali, ele não tem o que fazer. O Roger vai engolir ele, vai pegar. O Mike sabe que o Roger vai querer derrubar. Ele certamente está treinando muito a defesa de queda, mas acho que não vai adiantar.

Mas o que acha que o kyle pode ter de perigoso contra o Roger?

Dependendo da maneira que o Roger for entrar para derrubar, ele pode tentar uma joelhada. Também tem que tomar cuidado com o soco do Mike kyle, que é forte, mas não é nada demais. É apenas ter cuidado na hora de entrar e com o direto, que o Roger vai se dar bem.

Werdum de volta aos treinos. Foto: arquivo pessoal

Você já se recuperou da cirurgia? Quando luta novamente?

Luto em fevereiro ou março. Já estou treinando. Acabei de fazer um treino aqui irado, só com profissionais. Estava eu, o Mark Munoz, Krzysztof Soszynski, Babalu, Jason Miller, Ryo Chonan… Vou te mandar uma foto! Agora vou fazer uma longa viagem, dando seminários, e depois treino para a luta. Eles querem muito que eu enfrente o Alistair Overeem pelo cinturão. Tem grande chance de ser essa luta. Mas pode aparecer algo no Japão ou até em Abu Dhabi. Meu contrato é de exclusividade apenas nos Estados Unidos.

Fale da sua turnê pelo mundo…

Sexta-feira vou à Europa e só volto dessa viagem no dia 10 de novembro. O Rafael (Cordeiro) vem comigo e vai dar o primeiro seminário dele em Madri, no dia 16 de outubro. Depois ele volta e eu continuo a minha viagem. Vou ficar uns 40 dias fora, pela Espanha, França, Croácia, Abu Dhabi, Japão… Vão ser 12 seminários, vou conseguir acompanhar um pessoal que vai lutar em Abu Dhabi e, talvez, dê uma aula ao xeque por lá. Consegui botar tudo junto para depois apenas poder me concentrar na próxima luta.

Confira a agenda de Werdum:

Outubro
14 e 15 – Zaragoza (Espanha)
16 – Grande seminário em Madri (Espanha)
17, 18 – Bordo (França)
20 a 24 – Abu Dhabi (Emirados Árabes)
27 a 29 – Croácia
30 – Sevilha (Espanha)
31 – São Sebastião do Norte (Espanha)

Novembro
5 a 10 – Dois seminários no Japão

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *