WEC 51: José Aldo nocauteia mais uma

Share it

O WEC 51 trouxe boas lutas na altitude do Colorado, nesta quinta-feira. Na principal luta da noite, José Aldo manteve o cinturão de penas e mostrou mais uma vez que é o melhor do mundo na categoria. Também pegou fogo o confere entre Donald Cerrone e Jamie Varner, além da volta às vitórias de Miguel Torres.

Confira os resultados e análises:

José Aldo x Manny Gamburyan

Na segunda defesa de cinturão, José Aldo teve, literalmente, precisão. O primeiro assalto contra Manny Gamburyan foi bem estudado. No final da parcial, o brasileiro achou o caminho contra o oponente através dos chutes. Mas foi com um soco certeiro que o atual campeão deu início ao nocaute, o sétimo no WEC. Depois de sofrer um upper, Gamburyan caiu de bruços. Aldo passou para as costas e socou até o árbitro Herb Dean intervir.

Com um jeito autêntico para conquistar o público, o campeão ainda fez uma espécie de dublagem enquanto o announcer gritava seu nome: ‘Josééé, Aldo, Juuuunioor!’ Está é a oitava vitória do lutador na organização.

Donald Cerrone x Jamie Varner

A rivalidade que vinha desde 2009, quando Jamie Varner venceu Donald Cerrone numa decisão polêmica, foi à tona dentro do cercado, quando os dois se reencontraram. Cerrone foi melhor nos três rounds, quando variou bem socos e chutes e aplicou boas quedas. Varner ficou com o rosto bem avariado, com bastante sangramento. Ao fim, os lutadores ainda se estranharam quando foram se cumprimentar, e o triunfo foi para o cowboy Cerrone, por decisão unânime.

Miguel Torres x Carlos Valencia

Ex-campeão do peso pluma, Miguel Torres fez o nome ao ficar 17 lutas sem perder. Entretanto, o pupilo de Carlson Gracie havia perdido nas duas últimas apresentações. Depois de administrar bem o primeiro round, Torres quase nocauteou Carlos Valencia nos últimos segundos. No segundo assalto, Valencia não teve escapatória. Caiu em konockdown, viu o oponente pegar as costas e acabou finalizado com um mata-leão. O triunfo de Miguel Torres foi aos 2min25s.

George Roop x Chan Sung Jung

O coreano Chan Sung Jung fez um primeiro round parelho contra George Roop. A luta vinha parecida na segunda parcial e Sung Jung teve bom momento na trocação. Mas tudo foi abaixo logo em seguida. Roop variou bem com uma sequência de socos e um forte chute lateral, de esquerda. Viu o adversário cair desacordado.

Mark Hominick x Leonard Garcia

Mark Hominick variou bem os socos na trocação, com cruzados, jabs e diretos. Muitos desses golpes passaram entre a guarda de Leonard Garcia, que aplicou bons chutes, mas a maioria dos socos no vazio. No round final, era nítido o melhor preparo físico de Hominick, que fez flexões de braço. Diante de tudo isso, o lutador até merecia a decisão unânime dos jurados, mas o triunfo foi em votos divididos.

Nas lutas preliminares, o ex-campeão de penas Mike Brown voltou a vencer contra Cole Province. A vitória veio por TKO, em apenas 1min18s de luta. Também lutou bem Diego Nunes. Agora treinando na Nova União, Nunes bateu Tyler Toner por decisão unânime e chegou à 15ª vitória no cartel, que conta com apenas uma derrota.

Todos os resultados:

WEC 51
Broomfield, Clorado, EUA
Dia 30 de setembro de 2010

José Aldo venceu Manny Gamburyan por TKO aos 1min32s do R2
Donald Cerrone venceu Jamie Varner por decisão unânime
Miguel Torres finalizou Carlos Valencia com um mata-leão aos 2min25s do R2
George Roop venceu Chan Sung Jung por KO a 1min30s do R2
Mark Hominick venceu Leonard Garcia por decisão unânime
Tiequan Zhang finalizou Pablo Garza com uma guilhotina aos 2min26s do R1
Mike Brown venceu Cole Province por TKO aos 1min18s do R1
Chris Horodecki venceu Ed Ratcliff por decisão dividida
Diego Nunes venceu Tyler Toner por decisão unânime
Antonio Banuelos venceu Chad George por decisão unânime
Demetrious Johnson venceu Nick Pace por decisão unânime

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *