A base que fez diferença no BR de Equipes

Share it

Faixas-roxas da NU. Foto: Carlos Ozório

GFTeam e Alliance, mais uma vez, brilharam na faixa-preta e marrom do Brasileiro de Equipes. Entretanto, no placar geral, quem levou a melhor em 2010 foi a Nova União, que repetiu o feito de 2009 e sagrou-se campeã por equipes. 

A NU foi bem graças ao desempenho da base, tendo ocupado o primeiro e segundo lugar na maioria dos pódios da faixa-azul juvenil à faixa-roxa. Entre os destaques da nova geração estão atletas como Kauê Damasceno, faixa-roxa que também venceu entre os pesados no Campeonato Brasileiro deste ano, e Alberto Emiliano, que fechou a categoria com kauê no mesmo evento. 

José Carlos Polenguinho e Ruan Rodrigues. Foto: Carlos Ozório

Mas muitos outros destaques vêm da base, como os juvenis faixa-azul Marcio André e Ruan Rodrigues, e o adulto azul José Carlos “Polenguinho”. Voltando à faixa-roxa, também costuma fazer bonito Felipe “Japa” Iwasaki, fera que veio de Sergipe para competir no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro. 

“Estamos construindo uma base sólida, coisa que alguns times estão deixando de lado, se preocupando apenas com a faixa-preta. Já temos uma grande leva de atletas para o Brasileiro de Equipes do próximo ano e também contamos com novos faixas-pretas, como o Bruno Novaes. Acredito que em três ou quatro anos, estaremos fortes novamente em todas as graduações”, comenta André Marola, um dos comandantes do Jiu-Jitsu no time.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta para lucas wandsmith Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *