Baixinho nocauteia no WOCS 9

Share it

Baixinho aplicou bons chutes. Foto: Carlos Ozório

O WOCS realizou a sua nona edição neste sábado, no Clube de Regatas do Flamengo, e não faltou emoção dentro do cage. O público lotou as dependências do ginásio, seja nas arquibancadas ou nas duas áreas VIPs. Convidados de honra como o mestre Osvaldo Paquetá, Pedro Rizzo e Amaury Bitetti, entre muitos outros, prestigiaram o evento de Tatá Duarte e Phillip Lima. Mas o que mais importou foi o show de lutas dentro do cercado. 

No desafio principal, Alexandre Baixinho misturou bem o muay thai, sua especialidade, com o Jiu-Jitsu treinado na academia Carlson Gracie. Depois de aplicar bons chutes em Alexander Andreotti, Baixinho derrubou, chegou à montada e desferiu socos, até a interrupção do juiz Muzio De Angelis. 

Rogério usou o Jiu-Jitsu contra Steven Muldrow. Foto: Carlos Ozório

Na segunda luta principal, o combate internacional, Rogério Paraíba mostrou que está em grande forma mais uma vez. O americano Steven Muldrow usou muito bem o seu wrestling e conseguiu boas quedas no brasileiro. Rogério tratou de usar o seu Jiu-Jitsu e, no segundo assalto, encaixou um justo triângulo, golpe definitivo. Obrigou o adversário a desistir. 

Outro combate aguardado, o desafio Jiu-Jitsu x luta livre entre Fernando Paulon e Alan Chatuba acabou em no contest. Chatuba vinha bem na trocação, tendo evitado bem as quedas de Paulon. No terceiro assalto, Paulon foi com tudo para cima e derrubou o oponente. Ao chão, na interpretação da arbitragem, Paulon acabou aplicando uma joelhada ilegal. Chatuba sentiu o golpe e alegou não ter condições de prosseguir. O combate terminou sem vencedor e a deve ser remarcado. 

Willian dominou no chão. Foto: Carlos Ozório

O atleta da In Fight Atila sofreu, mas venceu Lucas Bob Sponja. Apesar de levar a pior na maior parte do combate, o lutador acreditou até o fim, o que valeu a vitória. Um triângulo invertido, no terceiro round, proporcionou a finalização a favor de Atila. Willian Viana também buscou a finalização contra Gleisson Sousa. Viana quedou, passou a guarda, montou, passou para as costas e finalizou com um mata-leão.  

Nos demais combates, Felipe Boanada provou mais uma vez que tem futuro contra Diego Costa. Melhor na trocação, venceu por decisão unânime. D’angelo foi bem mais uma vez no WOCS. Com boas quedas nos três rounds, garantiu a decisão unânime. Numa virada impressionante, Gabriel Monkey bateu Edvan Madureira. Monkey levou a pior no primeiro round, mas partiu com tudo para a trocação na segunda parcial, o que valeu o nocaute.

Explode coração! Foto: Carlos Ozório

  

Confira os resultados:

WOCS 9
Rio de Janeiro, Brasil
Dia 25 de setembro de 2010

 

Alexandre Baixinho (Carlson Gracie) venceu Alexander Andreotti (Andreotti Team) por TKO no R1

Rogério Paraíba (TFT, Brasil) finalizou Steven Muldrow (EUA) com um triângulo no R2

Fernando Paulon (BTT) e Alan Chatuba (Relma/Minotauro Team) terminou em no contest

Atila (Infight) finalizou Lucas Bob Sponja com um triângulo invertido no R3  

Willian Viana (TFT) finalizou Gleisson Sousa  (Beto Padilha) com um mata-leão no R1

Felipe Boanada (Honorio JJ) venceu Diego Costa (Instigação/ TFT) por decisão unânime  

D’angelo (NG Combate) venceu Janilson Silva (Infight) por decisão unânime  

Gabriel Monkey (BTT) venceu Edvan Madureira (NU) por TKO no R2

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *