O toque de Wand em Chael é sinal de que faltam mestres no MMA

Share it

E você, amigo leitor, o que achou da postura de Wanderlei Silva ao questionar as declarações de Chael Sonnen sobre os irmãos Nogueira?

O vídeo virou febre passageira no Facebook (reveja abaixo, no minuto 4). Concorde ou não com o jeitão e as palavras de Wand, o ponto é que o ex-campeão do Pride sentiu que precisava ensinar algo ao wrestler americano. Deu uma de mestrão, falando a um jovem discípulo.

O ponto que emerge, ao meu ver, é que hoje o MMA está repleto de treinadores, mas mestres, daquele tipo que orienta o lutador dentro de uma disciplina rígida, pouquíssimos.

Pouco sei da história de Sonnen, mas parece que faltou alguém que lhe desse limites nos últimos tempos. Por outro lado, Wanderlei sempre foi um lutador extremamente disciplinado, desde os tempos de Chute Boxe, em Curitiba.

Temos vistos diversas equipes em que o lutador, além de ser o foco único do time, é o próprio gerente. Em vez de orientadores, seus técnicos comportam-se como simples funcionários. Seria esse o tipo de profissionalismo de que o esporte precisa? Será que na Fórmula 1 o piloto seria capaz de chefiar a equipe?

Não há dúvidas de que o MMA é um show, e declarações polêmicas fazem parte disso. Os lutadores são verdadeiras estrelas, mas sem aquela dose de disciplina que a arte marcial nos alimenta através da figura do mestre, muitas das estrelas vão se tornando cadentes rapidamente.

A vivência no Jiu-Jitsu tem nos mostrado que a falta de um bom mestre é capaz de levar qualquer um a bater de cara na lona, tanto nos ringues, como na vida.

Ler matéria completa Read more
There are 12 comments for this article
  1. Howe at 7:29 pm

    Na boa, gosto muito do Wandeco, já treinei na chuteboxe e o vi treinando, e todo mundo sabe que ele é responsa, atitude, e não amarela pra ninguém, mas quero lembrar aqui que ele já foi bem encrenqueiro também. A famosa treta com o pessoal da BTT/Arona é um exemplo, as tretas com pessoal de outras academias lá em Curitiba é outro. Mas ele teve a humildade de se retratar. Wandeco é um cara maneiro, todo mundo sabe. Tá meio playboyzinho agora, se achando malandro de Las Vegas (rs), usando aquele chapeuzinho e cheio de querer aparecer nos vídeos, mas beleza. Ele é uma lenda viva do esporte.
    Que o Sonnen é um péla, e marketeiro, todo mundo sabe. Todo mundo pisa na bola.

    O importante é ter a consciẽncia de perceber e a humildade de se desculpar.

  2. Cecelo at 10:50 am

    Já falo isso faz muito tempo, com a desculpa de profissionalismo, atletas trocam de bandeira por migalhas, esquecem todos os ensinamentos pessoais e marciais que o mestre lhe passou desde quando vc ainda engatinhava na vida adulta, profissional e marcial.
    Uma pena, mas, isso reflete toda desestruturação de um país e da educação, postura e hombridade que os pais passam para os filhos.
    Por isso tenho a certeza que uma equipe para ser forte precisa de “mestre” no sentido amplo da palavra e na nossa família, nós temos a sorte e a honra de termos dois MESTRES, o Gordo e o Rabicó, mestres, professores e amigos para todas as horas.
    “Não importa em que lugar do mundo estaremos, Gordo Jiu Jitsu sempre seremos”

  3. marcio at 11:58 am

    Wand defendeu a pátria e defenderá sempre. E aí Howe, vc treinou?

    .. O cara faz um trabalho excelente, investiu pesado em sua academia. E vc acha o cara malandro de Las Vegas? se informe melhor. E coloquem o nome nos comentários…

  4. Piter Trelha at 3:45 pm

    Wanderley Silva… Se antes eu já te respeitava..agora eu te admiro cara!! Vc honra o nome dos brasileiros… e deu o esporro que todos nós queríamos dar no Sonnem!!! Parabéns!!!

  5. felipe amorim at 5:53 pm

    wanderley silva é um exemplo de lutador, em uma época onde os cariocas lutadores de jiu-jitsu eram respeitados e temidos, um curitibano arrombou a porta do vale tudo nacional, fazendo-se respeitar não somente sua bandeira, mas também o muay thai brasileiro, com wand não tinha marra, de playboy da zona sul, o joelho do homem jogava a cara do desavisado nas costas. parabéns wanderley.

  6. Juca at 1:48 am

    Seguinte…o wanderlei sempre honrou esse pais, seus lutadores e muito mais o respeito por aqueles que contribuiram para o esporte que se chama MMA. O wanderlei serviu o exército aqui em curitiba e honrou a sua pátria. Ele nunca foi de amarelar, e sempre que errou foi humilde de pedir desculpas. Queria saber qual lutador brasileiro teria essa postura frente ao Sonnem. Quantos cruzaram com o sonnem nos EUA, nos bastidores e se calaram frente ao sonnem,…o wanderley foi homem…como diria o mestre rafael cordiro, não butucou..,intimou o cara na moral com respeito e fez o cara sentir o peso de suas palavras…parabens ao wanderlei…

Deixe uma resposta para fabio pinheiro Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *