Bronx: “Frankie Edgar é o cara, mas adoraria enfrentá-lo”

Share it

Charles em foto de Carlos Ozório

Charles “do Bronx” Oliveira chegou à 14ª vitória da carreira no UFN 22, numa luta que surpreendeu com autoridade o favorito Efrain Escudero, campeão do reality show “The Ultimate Figther”. De quebra, o lutador, que está invicto, ganhou pela segunda vez o tradicional prêmio do UFC pela finalização da noite. A fera do Guarujá, faixa-marrom do professor Ericson Cardozo, conversa com o GRACIEMAG.com. Confira:

 

Bronx finaliza Escudero. Foto: Josh Hedges

Nas lutas você se mostra sempre calmo e busca logo imprimir o ritmo, bota o jogo em prática. Você não sente pressão ali dentro?   

Nervoso a gente sempre fica. A minha postura tem a ver com o trabalho do time, que me deixa sempre mais confiante. Ali dentro sou eu, o adversário e o juiz apenas. Meus treinadores, o Ericson e o (Jorge Patino) Macaco também sempre me ajudam, me passam calma. Entro concentrado sempre no que vou fazer, com o jogo em mente, que dá certo.

Muitos lutadores de MMA que vêm do Jiu-Jitsu deixam o kimono de lado perto das lutas. Como você faz?

Treino de kimono o tempo todo, não paro, mesmo perto das lutas. Treino Jiu-Jitsu e MMA direto, sempre as duas coisas. O Jiu-Jitsu é o meu carro chefe, é ele que está na frente. Mas sempre coloco os dois, não posso deixar nenhum de lado.

Dessa vez, apesar de ter finalizado novamente, você pôde mostrar dentro do UFC que tem a trocação afiada. Você realmente acha que a sua luta em pé está no mesmo padrão que no chão?

Com o Jiu-Jitsu, quando tive a chance de decidir, finalizei. Mas o treino de MMA aqui na Bronx’s Gold Team é completo, seja em cima ou por baixo. Sou um atleta completo também. Sei que tenho que melhorar muito na trocação, mas a gente se vira em pé ou no chão. Dá sempre para dar um jeitinho!

O que acha da sua categoria no UFC (leve) e do atual campeão, Frankie Edgar?

Na minha categoria todos os caras são duros. Aliás, para estar no UFC tem que ser bom. Ali cada um tem seu estilo de luta, mas ninguém é bobo. O Frankie Edgar é merecedor pelo trabalho que vem fazendo. Ele ganhou do campeão e é o cara, o homem a ser batido. Agora é trabalhar e, se tiver a chance de lutar com ele, vai ser maravilhoso. Ele está de parabéns e está fazendo o trabalho certo.

Charles finaliza Darren Elkins na estreia no UFC. Foto: Josh Hedges

Como foi toda essa reviravolta, entrar no UFC e já vencer muito bem dois combates num curto espaço de tempo?

Estou muito feliz com isso na minha vida. Fechar com o Ultimate é maravilhoso. Graças a Deus, consegui fechar com o maior evento do mundo. Espero ir sempre bem e agora é manter o foco e continuar em frente.

Sabe se luta novamente até o fim do ano?

Por enquanto, estou descansando e aproveitando essa vitória. Ainda não tenho nada pela frente. Quando tiver, aviso.

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article
  1. little at 7:40 pm

    Estava sumido! Achava q o charles não iria bem no UFC, porque ele é levinho e garoto. ainda bem que errei longe nessa. O garoto impressiona mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *