Time de Thales vence em noite de Gustavo Ximu

Share it

Ximu venceu a luta internacional. Foto: Carlos Ozório

Com o desafio entre as equipes de Thales Leites (Snake’s Team) e Rafael Capoeira (Viktor Gym), aconteceu neste sábado, em Niterói, cidade vizinha ao Rio de Janeiro, a 2ª edição do Fatality Arena. Melhor para o time de Thales, que manteve o cinturão do evento por 4 a 1 na melhor de cinco combates. Na luta internacional, deu Brasil contra a Argentina, com nocaute do representante da Gracie Barra Gustavo Ximu.

Athaíde leva a melhor na trocação. Foto: Carlos Ozório

Na primeira luta do desafio, Alexandre Pinheiro (Viktor Gym) garantiu o único triunfo da sua equipe, contra Jamil Silveira. O lutador aplicou boas quedas ao decorrer dos assaltos e chegou à montada para ter a preferência na decisão dos árbitros. Depois disso, o time de Thales venceu todas. Leandro Athaíde fazia luta dura contra Paulo “Samoa” Nogueira, mas chegou ao nocaute no terceiro round. Depois de uma série de socos, o juiz separou, já que Samoa não esboçava reação, de quatro apoios.

Rodolfo Marques aplica boa queda. Foto: Carlos Ozório

Rodolfo Marques não encontrava moleza contra Carlos na trcação, então passou a buscar as quedas. No assalto final, pegou as costas e socou para definir por nocaute. Fernando Bruno também não teve vida fácil no assalto inicial contra Bruno Machado, mas passou a aplicar boas quedas e venceu por decisão dividida.

Felipe aperta Moto-Serra. Foto: Carlos Ozório

Na luta mais aguardada do desafio, Felipe “Mongo” Arineli usou sua especialidade contra Danilo Moto-Serra. Encaixou a guilhotina e, depois de o adversário insistir na queda, continuou apertando ao chão. Não restou alternativas a Moto-Serra, que foi obrigado a bater no início da segunda parcial.

Na luta principal, o combate internacional, o representante do Brasil Gustavo Ximu aplicou bons chutes na cocha de Mathias Lemon, da Argentina, mas acabou usando o Jiu-Jitsu para definir. Depois de quedar, montou e pegou as costas, de onde pôde socar até a interrupção, no segundo round.

O evento ainda contou com o desafio de muay thai, em que o time de Diogo Tavares bateu o de Amilcar Alves por 3 a 0, com destaque à luta feminina entre Aline Sério e Luciana Pereira. No combate preliminar de MMA, Gegê (Oriente) bateu Aquiles (Nova União) por decisão.

Confira todos os resultados:

Fatality Arena 2
Niterói, Rio de Janeiro, Brasil
Dia 11 de setembro de 2010

Luta internacional

Gustavo Ximu (Brasil) venceu Mathias Lemon (Argentina) por TKO no R2

Desafio MMA – Snake’s Team 4 x 1 Viktor Gym

Alexandre Pinheiro (Viktor Gym) venceu Jamil Silveira (Snake’s Team) por decisão unânime
Leandro Athaíde (Snake’s Team) venceu Paulo “Samoa” Nogueira (Viktor Gym) por TKO no R3
Rodolfo Marques (Snake’s Team) venceu Carlos (Viktor Gym) por TKO no R3
Fernando Bruno (Snake’s Team) venceu Bruno Machado (Viktor Gym) por decisão dividida
Felipe “Mongo” Arineli (Snake’s Team) finalizou Danilo Moto-Serra (Viktor Gym) com uma guilhotina no R2

Muay Thai – Diogo Tavares 3 x 0 Amilcar Alves

Ricardo Dias (Diogo Tavares) venceu Eduardo Sapo (Amilcar Alves) por decisão
Mauro Pedra (Diogo Tavares) venceu Márcio (Amilcar Alves) por TKO
Aline Sério (Diogo Tavares) venceu Luciana Pereira (Amilcar Alves) por decisão

MMA (preliminar)

Gegê (Oriente) venceu Aquiles (Nova União) por decisão

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *