“JZ” e Thomson comentam desafio, que vale chance pelo título

Share it

Gesias em foto de Carlos Ozório

O Strikeforce promove o confronto entre duas feras da categoria de leves no dia 9 de outubro, em San Jose, na Califórnia. Gesias Cavalcante encara a pedreira Josh Thomson. Melhor ainda, segundo informa a organização, o campeão da disputa deve ter a chance pelo cinturão da categoria, hoje com Gilbert Melendez.

Depois de se consolidar como um dos melhores pesos leves do mundo, bicampeão do GP promovido pelo k-1, Gesias viveu a fase mais inconstante da carreira. Além de uma série de lesões, anotou um no contest e derrota para Shynia Aoki e outra derrota para Tatsuya Kawajiri. Na última apresentação, “JZ” não teve vida fácil, mas bateu Katsunori Kikuno por decisão dividida, no Dream.

“Acho que poderia ter tido desempenho melhor na minha última luta, mas foi a minha primeira apresentação depois de muito tempo parado, estava enferrujado. Mas, agora, me sinto ótimo e estou animado e capaz de voltar a fazer o que eu amo fazer. Eu treino duro contra caras muito bons todos os dias”, comenta o representante da ATT.

Depois de anos se apresentando no Japão, o lutador está contente por voltar a lutar nos EUA, onde reside. Não se importa nem com a torcida contra.

“Estou feliz de estar 100% saudável e de lutar na América. Quando o gongo tocar, seremos apenas o Thomson e eu lá dentro. Isso é uma tremenda oportunidade para eu me re-estabelecer, contra um ex-campeão mundial. A luta é muito importante. O vencedor deve lutar pelo título do StrikeForce”, comemora.

Thomson em foto de Esther Lin

Thomson não vai dar moleza, pois quer o cinturão de volta. No cartel do lutador, com nove finalizações e quatro nocautes em 17 triunfos e três derrotas, já bateu atletas do porte de Hermes França e Melendez, o atual campeão, com uma vitória para cada lado.

“Os fãs esperam que eu lute contra caras do calibre de JZ e eu também quero lutar com os melhores pesos leves. Agora o Strikeforce tem um monte de lutadores nesta categoria. Sempre vão falar de uma terceira luta minha com o Gilbert, mas isso vai acontecer quando for a hora certa”, comenta.

“Entretanto, eu preciso continuar vencendo. Há uma abundância de grandes lutas para mim, e esta é definitivamente uma delas”, complea.

E o evento vem ainda com mais atrações. Nick Diaz defende o cinturão de meio-médios contra KJ Noons e Sarah Kaufman coloca em jogo o título contra Marloes Coenen.

Aguarde mais novidades aqui no GRACIEMAG.com.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *