Doido para lutar MMA, Demente comemora vitória dupla na UFC Expo

Share it

Demente (sem camisa) numa das seis lutas que fez no Grapplers Quest, no último sábado. O faixa-preta finalizou todas na feira do UFC 118. Fotos: Acervo Pessoal.

Ricardo Abreu, o Demente, não vê a hora de começar a carreira no MMA.

Por enquanto, os treinos comem soltos no Rio de Janeiro com feras como André Galvão e Ronaldo Jacaré. Porém, para sentir o cheiro da arena de mais perto, o peso pesado paulista foi até Boston, Massachusetts, competir na UFC Fan Expo, feira que contou, sexta-feira e sábado, com uma edição especial do Grapplers Quest para divertir os fãs no UFC 118.

Após três lutas, Demente venceu na sexta o absoluto sem kimono, voltando a demonstrar que é um dos competidores mais duros da atualidade, ele que no último Mundial foi o único a escapar da finalização contra Roger Gracie.

E Ricardo ainda vestiu a calça e o paletó de pano para vencer duplamente, como ele contou ao GRACIEMAG.com assim que chegou de viagem.

“Graças a Deus fui campeão lá! Foram três lutas no absoluto, e consegui finalizar as três”, disse Demente. “Lutei também o absoluto com kimono, foram mais três lutas e três finalizações”.

“No grappling, a categoria principal da competição, era uma chave de mata-mata, quem perdesse ia embora. Ganhei as três lutas por finalização: a primeira foi um armlock em 25 segundos de luta. Na segunda, encaixei um leglock aos 19 segundos. Na terceira peguei com armlock de novo, com pouco mais de 50 segundos de luta”, ele conta.

“No Jiu-Jitsu, mais três lutas. A primeira eu venci de leglock aos 38 segundos. A segunda finalizei de armlock aos 55 segundos, e a terceira (a final), foi com um estrangulamento,  a 1 minuto e 25 segundos de luta”, encerra.

Aguarde mais notícias da UFC Fan Expo aqui, no GRACIEMAG.com.

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *