Strikeforce: Mo humilde, Feijão quer mostrar o chão

Share it

O Strikeforce monta seu cage em Houston, neste sábado, com duas disputas de cinturão. Além de Ronaldo Jacaré, que encara Tim Kennedy pelo título de médios que está vago, o atual campeão Muhammed “King Mo” Lawal defende seu posto contra Rafael Feijão, pelo peso meio-pesado.

King Mo na coletiva do Strikeforce. Foto: Esther Lin

Com sete vitórias e invicto, o atual campeão preferiu jogar a responsabilidade para o oponente na coletiva que aconteceu em Houston, nesta quarta-feira. 

“O Feijão é um cara duro, que já está aí há um tempo. Ele é experiente e eu sou novo nesse jogo. Ele é um veterano e está com fome. É por isso que eu sou o azarão”, comentou. 

“Os campeões sempre têm algo a provar. Acredito que qualquer um que pise no cage tem algo a provar. Penso que no MMA todos são azarões porque têm que vencer. Feijão tem a mão dura, sei que os brasileiros vêm para lutar. Eu o respeito, não tenho problema com ele. Vamos nos divertir neste sábado .” 

Feijão vem de duas vitórias na organização e sabe que não vai ter vida fácil para conquistar o cinturão. 

“Treinei muito duro. Vi a última luta do Mo e sei que ele é bom em tudo. Sabia que tinha que treinar para tudo contra ele. Acredito que haverá muitas surpresas nesta luta. O Mo tem um monte de surpresas, mas eu também”, avisou. 

Rafael Feijão em foto de Esther Lin

Com nove vitórias e duas derrotas, Feijão nocauteou em oito oportunidades e finalizou apenas uma vez. Entretanto, garante que pode surpreender com o Jiu-Jitsu. 

“Sou formado em Jiu-Jitsu. Muita gente pensa que sou um striker, porque não tive a oportunidade de mostrar o meu chão ainda. Estou confortável para a luta, seja em pé ou no chão. Já estudei muito todos os meus adversários, mas apenas tento fazer o que é melhor para mim ali dentro. Apenas tento vencer a luta”, encerrou.

(Colaborou Nalty Jr.)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *