Para Jones, não basta ser o melhor na categoria

Share it

Foto: Josh Hedges

Com cinco vitórias no UFC e uma única derrota, mas por desclassificação, Jon Jones tira qualquer dúvida sobre a capacidade de se tornar campeão na divisão de meio-pesados. Contra Vladimir Matyushenko, neste domingo, no UFC on Versus 2, Jones deu um passeio. 

“Na verdade, eu treinei mais duro do que eu poderia treinar. Sabia que Vladimir seria um teste muito difícil, apenas treinei e as coisas correram muito bem”, comenta o lutador. 

Com apenas 23 anos de idade, Jones vê as possibilidades aumentarem dentro da organização. A chance pelo cinturão de meio-pesados fica a cada dia mais próxima, mas isso não basta.

“Eu treino muito duro, e meu objetivo é me tornar um dos melhores do mundo, e não apenas o melhor na minha divisão de peso.” 

Muitas são as possibilidades de adversários agora, numa categoria cheia de astros. Mas o lutador não se preocupa muito com isso. 

“Contra quem o UFC decidir me colocar para enfrentar, vou estar pronto. Não pode ser clichê, mas o Joe Silva (dirigente) é um grande cara, ele faz um ótimo trabalho e eu vou deixá-lo fazer isso”, termina.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *