Tanquinho e a dupla jornada rumo ao bi

Share it

Tanquinho na final do Rio Open contra Tiago Rocha. Foto: Gustavo Aragão

Augusto Mendes, mais conhecido como Tanquinho, conquistou no Rio Open 2010 o bicampeonato da competição. E, apesar de não ter disputado o absoluto, o trabalho no evento foi em dobro.    

“Me senti um pouco cansado, porque, dessa vez, também trabalhei na competição como coordenador de arbitragem. Teve um problema e acabei tendo que trabalhar. Fiquei com as pernas cansadas, mas, no final, deu tudo certo”, comenta ao GRACIEMAG.com. 

“Esperava fazer uma boa competição de novo. Não tinha tantos caras top inscritos na minha categoria, o Bruno Frazatto não veio, então facilitou um pouco para o meu lado. Mas sempre aparece gente nova para complicar. Enfrentei um japonês que ninguém conhecia e venci com dificuldade por 4 a 2. A final contra o Tiago Rocha também não foi fácil (3 a 2). Sabia que seria duro, mas não tanto”, completa o professor da Soul Fighters. 

Tanquinho foi campeão no peso leve, mas, num passado recente, o faixa-preta se apresentava entre os penas. 

“Descer para o pena não dá mais. Prefiro me sentir bem no leve a lutar mais ou menos no pena. Agora, todos os pesos são complicados e talvez o leve seja até mais difícil que o pena. Não tem para onde fugir, o negócio é chegar treinado. No peso leve temos, pelo menos, oito caras que podem ganhar a qualquer hora, que chegaram às quartas-de-final no Mundial. São eles o Michael Langhi, Rafael Formiga, Gilbert Durinho, Jonathan Torres, Celsinho Venícius, Bruno Frazatto, Lucas Lepri e eu. Não é desmerecimento com os outros, está sempre indefinido. Tem que ver na hora quem está no melhor dia.” 

Tanquinho contra Jonathan Torres. Foto: Luca Atalla

Agora o lutador dá uma breve recarregada nas baterias para os próximos compromissos. 

“Vou descansar esta semana para curar algumas lesões. Tô tomando tanto antiinflamatório, que nem sinto mais nada! Mas já volto aos treinos, porque tenho como projeto lutar o Asiático e os eventos sem kimono, o Brasileiro, Pan e Mundial. Dependo do patrocínio, mas espero conseguir. Também estou com alguns seminários marcados e, quem se interessar, pode entrar em contato pelo e-mail tanquinhojj@gmail.com”, finaliza.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *