Pedro Rizzo: “Enquanto machuca, a gente continua”

Share it

Rizzo contra Jeff Monson. Foto: Carlos Ozório

Pedro Rizzo alcançou a terceira vitória seguida ao nocautear Ken Shamrock no Impact FC, na Austrália. Mais que a alegria de vencer, Rizzo está satisfeito por poder lutar mais constantemente. O tempo afastado dos ringues vinha atrapalhando as performances do lutador, que deve estar de volta em outubro. Rizzo conversou com o GRACIEMAG.com, confira:

O nocaute foi em apenas 3min33s de luta (ver aqui). Esperava vencer tão rapidamente?  

Estava esperando vencer no primeiro round mesmo. Vi as últimas lutas do Shamrock e ele não vinha se apresentando muito bem. 

Você sempre reclamou da falta de ritmo por ficar muito tempo sem lutar. Isso está melhorando? 

Acho que ainda posso lutar muito melhor. Ainda estava meio lento e pesado. Preciso perder ainda um pouquinho de peso para ficar mais leve e rápido. Mas, com certeza, evoluí da luta contra o Gary Goodridge para essa e da do Jeff Monson contra o Gary. A cada luta estou num ritmo melhor e acho que na próxima estarei da maneira que acho ideal. Estou sem lesão nenhuma e acho que, realmente, a sequência de lutas está me ajudando a lutar melhor. Repito, não lutei 100% e na minha próxima luta, provavelmente em outubro, estarei melhor. 

Foto: Carlos Ozório

Luta em outubro? Em qual evento? 

Tenho dois eventos em vista, mas ainda estou fechando isso. Quando estiver tudo certo aviso. Mas acho que em outubro estarei no alto nível que quero estar para competir contra qualquer um. Estou amarradão por estar lutando constantemente e vou viver luta por luta. Vamos ver o que vai acontecer.    

A tática contra o Ken era partir para a trocação mesmo, como ocorreu? 

Me perguntaram o que eu esperava do Shamrock e eu respondi que não sabia o que esperar dele. Vi ele tentando trocar nas últimas lutas e sabia que poderia defender bem as quedas dele, mas não sabia o que ele ia tentar. Fui sentindo a luta e, quando vi que ele queria lutar em pé mesmo, soltei o jogo. Vi que ele sentiu o chute nas pernas e parti para definir. Enquanto vai machucando, a gente continua.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *