Ressurreição: “O Lesnar de agora aniquilaria o de um ano atrás”

Share it

Lesnar encara Carwin na pesagem. Foto: Josh Hedges

Atualmente Brock Lesnar é o peso pesado mais temido no UFC. Entretanto, o gigante lutador, que tem que descer de peso para lutar entre os pesados do Ultimate, quase teve a carreira interrompida. Uma diverticulite deixou Lesnar hospitalizado e a volta ao octagon ficou em dúvida.    

“Tudo pode acontecer a qualquer momento e eu tento viver cada dia ao máximo. Este contratempo foi um obstáculo na minha vida e eu acho que Deus pensou que eu tinha que superar isso para me testar e certificar-se o que eu realmente queria na vida. Há desafios que são postos diante de você por motivos certos, e este foi um desses momentos.” 

Acredito ser o melhor do Mundo” Brock Lesnar

Na noite deste sábado, em Las Vegas, Lesnar definirá quem é o verdadeiro campeão de pesados do UFC contra Shane Carwin, um adversário perigoso. O trabalho para isso está completo. 

“Tem sido assim desde 5 de janeiro. Nós jogamos um pouco de carvão no fogo, vimos o motor sendo impulsionado aos poucos e, a cada semana, a locomotiva foi produzindo mais vapor e mais poder. Tudo vem junto, e eu já disse isso antes: o Brock Lesnar de agora aniquilaria o Brock Lesnar de um ano atrás. Eu tinha que ter um grande revés. Começamos do zero em janeiro, realmente construí a minha força e eu fui capaz de melhorar em um monte de coisas diferentes. Trouxe parceiros de treino diferentes e tive um olhar diferente de alguns treinadores. Pegamos um pedaço de barro e dissemos: ‘vamos moldá-lo novamente’”, fala ao site do UFC.    

“Trabalhar duro é um impulsionador de confiança. É saber e acreditar que você é o melhor em todo o mundo, e eu acredito nisso”, completa.   

Sobre Carwin e outras pedreiras da categoria no Ultimate, a resposta é direta: 

“Eu não presto atenção a nada. Eu não compro pay-per-views, eu não vou na internet. Eu vivo, como e respiro lutas, mas é tudo sobre mim. Eu não me importo sobre quem é quem no Ultimate Fighting”, finaliza.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Botelho Pinto at 2:33 pm

    Sou fã dele pela humildade e simpatia, e pela capacidade que ele tem de falar de si próprio na terceira pessoa.

    O Botelho Pinto, por exemplo, apesar de toda a capacidade, beleza, inteligência, sagacidade, tenacidade, empatia e superioridade aos demais integrantes da espécie humana, é o maior exemplo de modéstia que nunca se viu antes na história deste Universo.

    Para saber o resultado da luta, no entanto, é bom tentar descobrir por quem o Mick Jagger (também conhecido como “Meu Pequeno Talismã) está torcendo hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *