Werdum comenta triunfo e cirurgia

Share it

Foto: Mike Colón

Fabrício Werdum fez história ao finalizar Fedor Emelianenko, “O Último Imperador”, no Strikeforce. O faixa-preta acabou com uma invencibilidade de quase dez anos do russo, um total de 28 lutas. Em conversa com o GRACIEMAG.com, Werdum comenta o feito. Admite a possibilidade de revanche, mas ainda vai demorar um pouco. O lutador deve fazer uma cirurgia no braço. 

Confira o bate-papo: 

Como está depois dessa vitória?   

Fico feliz por conseguir os meus objetivos. Consegui ser campeão mundial, Pan-Americano, do ADCC. Esse também era um objetivo, um sonho que realizei. Ganhei do cara que estava invicto há dez anos, o homem mais temido do mundo. Sabia que ia ganhar, mas não que fosse tão rápido. Estava muito confiante, porque treinei muito para isso. Nunca lutei com tanta confiança.   

Foto: Esther Lin

Afinal, o Fedor bateu na chave de braço ou no arrocho do triângulo?  

Ele ficou muito tempo tentando sair e, quando tentava, eu variava do pescoço para o braço. Mas o triângulo estava apertando em todo o momento. Ele ficou sem opção e acho que foi um pouco dos dois, porque machucou o braço dele. Mas, na coletiva de imprensa, ele disse que foi o pescoço. 

Você vinha falando que o Jiu-Jitsu era o caminho para bater o Fedor. Por que não fizeram isso antes?  

Todo mundo que vinha lutando com o Fedor não tinha o Jiu-Jitsu tão afiado. O Minotauro talvez não tenha conseguido porque o Fedor estava muito explosivo e malandro. Mas, depois disso, me diga outro cara bom de chão que ele enfrentou? Não teve. Então os caras tinham que trocar porrada com o Fedor. O especial dele é o soco e a galera não tinha outra opção. 

Foro: Esther Lin

O que mais treinou para finalizar a luta? 

No chão treinei muito triângulo, omoplata, Kimura… Estava tudo planejado e o que aconteceu na luta era o que eu vinha treinando. O Ratinho me deu uma força muito grande, estudamos muito o Jiu-Jitsu. 

Vou fazer uma cirurgia no braço” Werdum

Todos estão falando numa revanche contra o Fedor. Se tiver que escolher, você prefere enfrentar o Fedor a lutar com o Alistair Overeem pelo cinturão? 

Preciso de um tempo para pensar. Essa vitória foi uma coisa que ninguém esperava e vai mudar a minha vida. Preciso pensar e de um tempo. Vou fazer uma cirurgia no braço. Estou com aquele problema que acontece com muitos boxeadores, inclusive com o Anderson (Silva) e o Minotouro, que é uma inflamação no tendão do braço. Venho adiando isso há muito tempo e acho que esse é o momento exato. Meu braço não estica. É muita dor e tenho que fazer essa cirurgia para essa revanche. Quero aproveitar o momento, fazer alguns seminários e visitar as academias que tenho na Europa. Estou com um grupo muito grande lá. 

Wedum bateu Roberto Cyborg no ADCC. Foto: Carlos Ozório

O Jiu-Jitsu foi muito comentado na entrevista. Vai lutar novamente, pelo menos no ADCC?  

Adoro o ADCC, sou fã. Com certeza, em 2011 estarei lá para defender o meu título. Quero arriscar o absoluto também. Esses problemas no braço me afastaram do absoluto em Barcelona.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Jeovah Santos at 9:28 pm

    Muito boa entrevista, ve-se que realmente foi feita por profissionais de altas qualidades. Sem ofensa, sem malicias, sem perguntas vazias. Parabens tambem ao site Graciemag.com a qual sou fã desde o começo .
    Abraços a todos. Parabens ao Werdum , agora tem que curtir um pouco e fazer operação, mais que justo.
    Jeovah Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *