Babalu e Cyborg vencem no Strikeforce

Share it

Com a presença da campeã Cris Cyborg e do próximo desafiante de Fedor Emelianenko Fabrício Werdum, o público que compareceu ao Nokia Theatre, em Los Angeles, gostou do que viu. O Strikeforce, na noite desta quarta-feira, mais uma vez trouxe bons combates com muitas finalizações e nocautes.

Babalu volta a vencer. Foto: Esther Lin

Na principal luta da noite, Renato Babalu teve trabalho duro contra Robbie Lawler, apesar de a vitória ter sido por decisão unânime. No primeiro round, o faixa-preta buscou o clinch e conseguiu quedar em duas oportunidades, enquanto Lawler conectou bons socos na trocação. A segunda parcial foi de Babalu, com domínio na luta em pé, principalmente através dos chutes. Lawler levou perigo na terceira parcial, aplicou bons socos. Ao final, o rosto de Babalu era o mais castigado, mas foi merecida a vitória.

Cyborg nocauteou Marius Zaromskis. Foto: Esther Lin

O representante da família Cyborg que fez bonito dessa vez foi Evangelista, que aplicou um excelente nocaute em Marius Zaromskis. Cyborg dominou o centro do cage e conectou os melhores golpes na trocação. O triunfo teve início com um chute certeiro no rosto do oponente. Evangelista percebeu que Marius sentiu e partiu para cima. A interrupção veio depois de alguns socos, com o lituano já caído ao chão.

A luta entre Tim Kennedy e Trevor Prangley também não durou muito tempo. Kennedy finalizou ainda na primeira parcial, com um mata-leão aos 3min35s. Já K.J. Noons teve trabalho, mas venceu Conor Heun por decisão dividida.

Confira todos os resultados:

Strike Force

Los angeles, California, EUA

Dia 16 de junho de 2010

Renato “Babalu” Sobral venceu Robbie Lawler por decisão unânime
Evangelista “Cyborg” Santos venceu Marius Zaromskis por TKO aos 2min38s do R1
Tim Kennedy finalizou Trevor Prangley com um mata-leão aos 3min35s do R1
K.J. Noons venceu Conor Heun por decisão dividida
Jeremy Umphries finalizou. R.J. Clifford com um mata-leão aos 2min27 do R2
Hugo Sandoval venceu Marcus Kowal por TKO aos 43s do R2

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *