Nicolini e o ouro da “boca nervosa”

Share it

Nicolini, aqui sentada contra Penny, explica a tática arriscada. Foto: Ivan Trindade.

Ano passado, Michelle Nicolini (CheckMat) foi a vice-campeã mundial peso-pena. Este ano, como ela mesmo diz, “chutou alto”. E se deu bem no Mundial 2010, encerrado domingo.

Mas por que a faixa-preta, que tem até um título absoluto no currículo, em 2007, decidiu ir no meio-pesado, onde desbancou a então campeã, a sul-africana Penny Thomas (Gracie Humaitá)?

“É que eu estava muito ansiosa com o Mundial e não parava de comer”, admite Michelle, ao GRACIEMAG.com. “Como minhas amigas e companheiras de treino também não estavam de dieta, todas nas categorias de cima, não consegui manter o peso. Falei então com a Luiza Monteiro, e combinamos de ir ambas no meio-pesado. O plano era chegarmos na final e fecharmos a categoria”, explica.

Mas, plano é plano, campeonato é campeonato. E…

“Ocorreu então que a Luiza não teve um bom desempenho com a Penny e perdeu na semifinal. Aí tive que pensar na luta final. Eu passei a não pensar que ela era mais pesada ou forte que eu. Chamei para a guarda, busquei a (guarda) “esquisitinha” e consegui as vantagens. Minha guarda nem funcionou perfeitamente, porque não consegui raspar – ela desequilibrou mas não caiu. Mas deu para eu escalar o triângulo, tentar a mão-de vaca e americana”, conta.

Michelle então percebeu o que Penny tem de mais impressionante:

“Então uma coisa veio imediatamente na minha cabeça: ela é muito flexível. Comecei assim a jogar com o tempo. Sabia que teria que segurá-la no triângulo até o final. Faltava uns quatro minutos! (Risos) Então fiquei ali até a hora em que a perna não aguentou mais. Mas quando soltei só faltavam 40 segundos.”

De peso-pena, ano passado. Foto: Regis Chen.

Na meia-guarda, Michelle tratou de segurar a oponente, o título, e a vitória no confere das belas.

“O pé dela estava quase escapando, mas mantive minha pegada na calça e consegui segurar. Eu estava acompanhando o tempo, e no fim foi só alegria! Essa pressão que ela botou no final serviu para deixar a luta ainda mais emocionante!”.

E a paulista campeã mundial já faz planos para defender seu título: “A guardinha vai continuar! No Rio Open em julho já estamos de volta!”.

O GRACIEMAG.com torce para que Penny Thomas também apareça, para uma bela revanche.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *