Durinho e as pedreiras pelo título inédito

Share it

Numa ótima fase, Gilbert Durinho vem de uma série de vitórias no peso leve. Foi campeão do cinturão do Lutador Grappling, em Atlanta, da seletiva para o World Pro, do World Pro e, por último, do campeonato Brasileiro. Agora o foco é no Mundial de Jiu-Jitsu, que tem início no dia 3 de junho, na Califórnia. O time da Atos parte para o país no dia 1º. “Estamos indo com um bonde pesado”, avisa o faixa-preta. 

Durinho está com fome de medalha no Mundial. Foto: Carlos Ozório

Confira o bate-papo com o GRACIEMAG.com: 

Você vem de boas vitórias e, obviamente, quer vencer o Mundial. O que muda nessa competição em relação às outras? 

É o campeonato mais difícil e principal foco de todo mundo. Todos vão bem treinados e, como surpreendi uma galera no ano passado, vem gente nova que pode fazer o mesmo. Estou empolgado, com muita vontade. Já bati na trave duas vezes na marrom, na preta e fiquei em terceiro na roxa. Estou no apetite e vou dar o sangue lá. 

Ano passado você perdeu para o Michael Langhi na final. Vem estudando ele?  

O Langhi é muito duro na categoria, o atual campeão mundial. Já lutei com ele várias vezes e ganhei e perdi. Mas tem muita gente dura, o JT, o Formiga, o Lucas Lepri, o Celsinho Venícios, o Caloquinha, o Tanquinho… É muita gente. Sei que ele é um cara difícil e assisti algumas lutas dele. Mas estou com estratégia e com o jogo bom para ir para frente contra qualquer um. Vou com o estilo agressivo de sempre e de olho nesse título. Contra quem estiver na frente, vou cair para dentro. 

Durinho aperta o pé de JT. Foto: Carlos Ozório

Foto: Carlos Ozório

Você fez a final do Brasileiro contra o citado Jonathan Torres “JT”. Acha que ele pode surpreender neste Mundial?  

Ele é muito duro e não tem mais nada a provar. Ele já até treinou com a galera aqui, no ano passado. É um cara gente boa, que está procurando o seu espaço e já venceu muita gente de peso. Vai ser mais uma pedreira. 

 

O que acha da sua atual fase no Jiu-Jitsu? 

Estou numa fase boa, evoluindo a cada campeonato. Mas, mesmo com esses resultados, sei que tenho muita coisa para evoluir. Estou trabalhando para melhorar e chegar bem melhor no Mundial. Estão me ajudando muito para isso a Hartmann, a Drogarias Tamoio e a Red Nose, além de toda a equipe. 

As inscrições para o Mundial estão abertas. Para saber mais clique aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article
  1. maria de fatima higino de carvalho sucao at 7:13 pm

    Vai lá Gilbert estou acompanhando vcs daqui de Rio Claro
    boa sorte sempre pra vc e os meninos do Ramon Lemos.
    bjos mil
    nene sucao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *