Acácio se supera e Platinum é sucesso em Ribeirão

Share it

Daniel Acácio montou em Cassiano. Foto: Carlos Ozório

O público lotou o ginásio da Cava do Bosque, em Ribeirão Preto, para conferir de perto os combates da terceira edição do Platinum Fight Brasil. O evento, nesta quinta-feira, contou com ótimos combates e a torcida aplaudiu de pé. Com a presença de grandes personalidades da cidade, como o secretário de esportes e os lutadores consagrados Chris Wilson (ex-UFC) e Ricardo Demente, a promessa é transformar Ribeirão na capital paulista do MMA. Nos próximos meses, pode acontecer mais uma edição do Platinum por lá. Melhor ainda foi o anúncio de que toda a renda do lotado ginásio será doada a uma instituição carente. Sucesso garantido.   

O dedo de Acácio. Foto: Carlos Ozório

Na principal luta da noite, Daniel Acácio e Cassiano Tytschyo fizeram um combate eletrizante. Além de muito técnica, a luta contou com bastante disposição dos lutadores. Acácio, que foi superior na maior parte do tempo, lutou grande parte do desafio com um dos dedos da mão quebrado. Ainda levou um konckdown de Cassiano, que não desistiu. Mas o representante da CM System encaixou bons golpes nos três rounds, evitou as quedas e caiu por cima no chão, de onde aplicou bons golpes. O triunfo do carioca foi por decisão unânime dos jurados e valeu o cinturão da organização. 

Batman na montada. Foto: Carlos Ozório

Também fizeram bonito Ivan Batman e Sérgio Jr. Representante do Nordeste, Sérgio foi com tudo para a trocação, com belas joelhadas, que levaram bastante perigo. A vantagem de Batman foi trabalhar bem ao chão, de onde conseguiu montar em duas oportunidades e desferir muitos socos. A vitória foi para o “super-herói” por decisão unânime. 

Companheiro de treinos de Sérgio Jr., Patrick Pitbull vem se firmando como uma das promessas do MMA. O irmão do lutador do Bellator Patrício Pitbull partiu para cima de Marlon Medeiros, conectou bons socos, joelhadas e trabalhou bem ao chão. Uma joelhada abriu o caminho para o nocaute, no segundo round. Alexandre Sagat, no início, teve trabalho contra Cairo Rocha. Levou uma forte pedalada. Mas, no segundo assalto, o lutador da Gibi Thai caiu por cima, montou e socou até o juiz separar. Estreante no MMA, o campeão de muay thai Wellington Tom quase perdeu pela falta de experiência. Chutou mais de uma vez o adversário, Alessandro Flô, na posição de quatro apoios e foi penalizado. Entretanto, variando bem socos e joelhadas, nocauteou (desistência) quando faltavam apenas dois segundos para o fim da luta. 

Patrick segue vencendo. Foto: Carlos Ozório

 

No desafio de pesos pesados, Alexandre Zanetti e Rodrigo Mamuth faziam uma luta equilibrada. Mamuth cansou e abaixou a guarda. Zanetti aproveitou e socou até nocautear, na segunda parcial. Confronto local, casado depois de votação pela internet, a luta entre Marcio Barão e Leonardo Rodarte terminou em empate. Já Sérgio Curva bateu Tiago Teodoro por desistência, no intervalo do primeiro para o segundo assalto.

Confira depois a galeria de fotos completa do show.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. Little at 5:01 pm

    Caraca, o Dedo ficou feio. Guerreiro esse. Merece lutar lá fora, mas é bom ver gente desse nível nos eventos no Brasa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *