Disputa de cinturão que vale muito mais

Share it

Chiquerim trabalhou a trocação para o Shooto. Foto: Carlos Eduardo

Willamy Chiquerim faz os últimos aprontos para a defesa de cinturão contra Yusuke Endo no Shooto. É a segunda vez que os lutadores se enfrentam. Na primeira, Chiquerim finalizou com uma guilhotina. Agora o caminho pode ser o nocaute. 

“Dei muita ênfase a minha parte em pé. Estou treinando muito a minha trocação. É isso o que mais vende e a galera quer ver show. O Yusuke Endo é um cara que tem a parte de chão muito boa, vai tentar me por para baixo, mas vou tentar levar o máximo possível a luta em pé.” 

Outra atenção é quanto a interpretação dos árbitros japoneses. A luta não pode ira para a decisão. 

“Estou bem treinado no chão, mas, como disse estou trabalhando muito a pancada. No Japão rola muito essa polêmica de resultados quando as lutas vão para a decisão, então quero decidir essa luta por nocaute ou finalização. É isso que está na minha cabeça. Não quero deixar ir para os pontos não.”

Foto: Carlos Ozório

 Além do cinturão de leves, a luta no Japão pode significar muito mais a Chiquerim. O lutador já havia dito ao GRACIEMAG.com a possibilidade de ir para o Sengoku, mas as negociações estão abertas.

 “Estou, na verdade, com algumas propostas maravilhosas e depende muito dessa luta agora. Não posso soltar nada ainda, mas, depois dessa luta, se Deus quiser, vem coisa nova”, diz o lutador do Ceará, que não esquece a turma do Nordeste. 

“Só tenho a agradecer a minha equipe no Nordeste, a Completa Nova União. Quando estou lá treino com essa galera”, finaliza.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *