Brasileiro: finais dos absolutos preta e campeões da marrom definidos

Share it

Bernardo vibra com a vaga na final. Foto: Carlos Ozório

O sábado contou com as disputas do absoluto faixa-preta e categorias de peso da faixa-marrom no Tijuca Tênis Clube, onde ocorre o Brasileiro de Jiu-Jitsu. Chegaram à final do absoluto preta, que acontece neste domingo, Bernardo Faria e Rafael Lovato. No feminino, decidirão o ouro Luanna Alzuguir e Luzia Fernandes.

Campeão peso e absoluto no Pan de Jiu-Jitsu este ano, Bernardo tenta repetir o feito no Brasileirão. Para chegar à final, a fera da Alliance bateu o primeiro oponente por pontos, depois passou por Eduardo Milioli (Rilion Gracie) com o placar de 7 a 2. Na semifinal, perdia nas vantagens para Rodrigo Cavaca (CheckMat), mas virou com uma raspagem. O placar ainda foi ampliado com uma passagem de guarda, depois de uma puxada para a guarda equivocada de Cavaca.

Bernardo passa a guarda de Cavaca. Foto: Carlos Ozório

Do outro lado da chave, Rafael Lovato bateu três oponentes. Na semifinal a vitória foi sobre o cansado Tarsis Humpheys (Alliance), que vinha de uma batalha contra Murilo Santana (Barbosa).

“Já venci o Lovato, mas nem lembro disso para esta final de amanhã. Ele é um grande lutador e cada luta é uma luta. Espero vencê-lo novamente, mas sei que será uma guerra”, adianta Bernardo Faria.

Lovato faz guarda com Tarsis. Foto: Carlos Ozório

Algumas feras como Ricardo Demente e Antonio Braga Neto não lutaram o absoluto.

Entre as meninas, a final será um duelo no estilo Davi x Golias. A mais levinha Luanna Alzuguir (Alliance) bateu duas oponentes e encara a mais pesada Luzia Fernandes (Gracie Barra) na decisão. Luzia passou por duas adversárias e não precisou lutar a semifinal, já que Marina Ribeiro (CheckMat) optou por não lutar e guardar o gás para a categoria de peso, no domingo.

Luanna contra Elisângela no absoluto. Foto: Carlos Ozório

Já a faixa-marrom conheceu os campeões de todas as categorias. Ficaram em primeiro Guilherme Montenegro (Osvaldo Alves), galo; Ary Farias (Atos), pluma; Daniel Nogueira (Alliance), pena; Leandro Nascimento (Barbosa), leve; Diego Borges (Osvaldo Alves), médio; Igor Ribeiro (Castro JJ), meio-pesado; Antonio Junior (CheckMat), pesado; Marcus Bochecha (CheckMat), superpesado; e Bruno Novaes  (Nova União), pesadíssimo.

Confira todos os resultados clicanco aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article
  1. isaias moraes at 2:18 pm

    A Alliance esta com todo gaz. nem se poupam para o mundial enquanto os concorrentes estao ha meses descançando…vamos ver depois o que vai pesar mais …o preparo isolado, concentrado ou o gaz dos testes torneio apos torneio…claro que a mão dum juiz tendencioso (que vibra com a vitoria dentro do dojo e seus amigos e alunos) pode pesar a favor dos amigos e familia. Queira Deus que o esporte vença com isenção, e a favor das tecnicas e da honestidade!!!

  2. galhardo at 5:55 am

    Aryzinho Farias , o fenomeno maior merecedor da preta da atualidade , Ramon Lemos? , .. quando ele vai vim de preta para nos compra os colirios os os olhos ele lutando e um verdadeiro show de jiu-jitsu

Deixe uma resposta para fabian Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *