GRACIEMAG #159

Share it

Campeões do Pan 2010, Bernardo Faria e Kayron Gracie não eram os favoritos ao título, assim como Claudio Calasans Jr não era o nome principal no World Pro Jiu-Jitsu Cup, em Abu Dhabi. E daí?
É o que a nova GRACIEMAG pergunta ao leitor, e especialmente a estas promessas que viraram realidade. “Lavei a alma. Já estava cansado de bater na trave. Ganhava um campeonato, mas perdia no outro. Desta vez consegui ser campeão duas vezes num grande evento internacional”, desabafou Faria, ouro no peso pesado e absoluto. “Foi o melhor campeonato da minha vida”.
Como consequência dos ótimos desempenhos, Bernardo, Kayron e Calasans foram parar na capa de GRACIEMAG. Confira o que você pode aprender com o trio.
GRACIEMAG 159 BR
A edição de maio de GRACIEMAG traz a cobertura exclusiva do Pan 2010, em 11 páginas. Um campeonato que foi especial também para Kayron Gracie. Estreando na divisão dos faixas-pretas, Kayron conquistou a temida categoria médio em abril, derrotando cascas-grossas como Sérgio Moraes e Abmar Barbosa. “Eu vinha de resultados irregulares nas outras faixas, treinei muito para superar isso”, contou o Gracie.
GRACIEMAG 159 BR
Direto de Abu Dhabi, testemunhamos o dia em que xeque Mohammed bin Zayed, uma das maiores autoridades mundiais, pegou chuva para ver de perto uma competição de Jiu-Jitsu. Todos os detalhes numa cobertura sem comparações você confere na GRACIEMAG. Leia e depois comente aqui.
GRACIEMAG 159 BR
Chegar e adaptar-se ao topo na carreira esportiva é o tema da edição de maio. No Perfil, GRACIEMAG conta a história de Frank Edgar, o novo campeão dos leves do UFC, que revela do que é preciso para superar uma lenda como BJ Penn.
GRACIEMAG 159 BR
No Bate-Pronto, uma entrevista reveladora com Gunnar Nelson, o novato campeão de Jiu-Jitsu vindo da misteriosa Islândia. Confira o que ele tem a dizer sobre o topo, quando o topo pode ser um vulcão fumegante como o de sua terra natal.
GRACIEMAG 159 BR
E como chegar ao topo? Se você desconfia que seu Jiu-Jitsu podia estar algumas montanhas acima não fosse a alimentação e falta de gás, GRACIEMAG decidiu investigar um assunto que está na boca do leitor: a carne vermelha, é útil ou prejudicial ao lutador de Jiu-Jitsu?
GRACIEMAG 159 BR
Já no Plano de Aula, nosso GMA Robinho Moura ensina algumas das técnicas que o fizeram ser um dos lutadores mais vencedores dos Mundiais de Jiu-Jitsu. Imperdível.
GRACIEMAG 159 BR
E sua edição de maio ainda traz as melhores cartas dos leitores, o caso de uma enfermeira que precisou usar o Jiu-Jitsu num hospital, Murilo Ninja, Ginástica Natural, a coluna de Martin Rooney, a luta antológica entre Rani Yahya e Léo Vieira e o que você pode aprender com um monstro dos mares.
Garanta já a sua e continue sua escalada até o topo.

Ler matéria completa Read more
There are 59 comments for this article
  1. Wagner Augusto at 11:49 am

    Tudo bem que a revista é a Graciemag e que o Kayron é um Gracie mas as conquistas de Bernardo Farias( Peso e Absoluto no Pan 2010)derrotando quatro campeões mundias(Vella,Cavaca,Lovatto e o grande Braga Neto) num mesmo evento não poderia ser menor na capa deste mes como foi .Cada um pode ter a sua interpretação para isso mas o fato é um só :
    Bernardo Faria é o destaque do Jiu Jitsu na atualidade .
    Abraço a todos …
    Wagão .

  2. Guilherme at 12:55 pm

    Nao concordo com o Wagner.
    Acho que o destaque maior tinha que ter sido para o Calasans, pois ele e’ peso medio (nao pesado) e venceu 2x Braulio Estima (Campeoa Mundial, Campeao do ADCC peso e absoluto) venceu Pe de Chumpo, Alexandre de Souza, em um evento que no absoluto tinha Big Mac, Vella, Demente, Barral..
    entao, apesar de bem mais leve que o Bernardo, venceu o absoluto com grandes pedreiras!
    Agora o kayron nao fez mais do que a parte dele, vencer a categoria, mandou bem, mas ganhou apenas do Serginho, o resto eram desconhecidos, e muitos atletas ja chegaram em MUNDIAIS vencendo a categoria no primeiro ano de preta e nao foram capa.
    O kayron venceu o pan na CATEGORIA e foi capa, kron venceu na MARROM, foi capa.
    A capa esta sendo pelo sobrenome.
    Acredito que a gracie e’ uma otima revista, mas tem que ser mais imparcial nessas escolhas de capa.
    Abraco

  3. Rita de Cássia Camargo at 1:10 pm

    Como leitora da revista Graciemag e praticante do Jiu Jitsu , analisando a matéria da capa, acho que vocês erraram…Deixo aqui minha indignação: BERNARDO FARIAS – CAMPEÃO PESADO E ABSOLUTO NO PAN AMERICANO 2010 merece um destaque especial (a ordem foi alterada e nesse caso faz muita diferença).
    A equipe que faz a Graciemag deveria analisar e repensar os destaques da capa.
    Eu brindo BERNARDO FARIAS…
    Parabéns CAMPEÃO!!!!!
    Rita

  4. isaias bsb at 1:30 pm

    Otima revista, copbertura!!!! toca diversos assuntos de saude e do esporte…vamos ver como foram as lutas do prof Kayron Graice, e se a oposição estava certa ou exagerou !!!! Aqui em bsb a revista demora um pouco para chegar, não me esplicaram nas lojas. OSSSSSSSSSSSSSSSS!!!!!!!!!!!!

  5. João Silveira at 1:38 pm

    Sou leitor assiduo da Gracie Magazine e realmente vocês erraram, a revista apesar de ser do Carlinhos não pode dar o destaque maior ao Kayron que por sinal foi muito bem,mas não merecia ser capa ainda, Calazans e Bernardo Farias fizeram muito mais e tiveram espaço reduzido,pelo que me lembro Nino,Braga Neto e outros foram capas por serem os campeões do ABSOLUTO se o Kayron que ser capa se alinha na categoria principal e vença,como o colega acima disse Farias só pegou pedreiras,a melhor revista de jiu-jitsu não pode ser bairrista,tem de ser imparcial,nós leitores agradecemos.

    ABS

    João

  6. Little at 2:00 pm

    Qualquer um dos três são merecedores, mas acho queo Bernardo ou Claudio estavam na frente. Mas na concorrente, por exemplo, a capa foi o Rafael Mendes. Também é um cara que merece, mas foge a essa regra de Calasans e Bernardo. Entretanto, eu votaria neles antes do Kayron. Capas a parte, a revista está bem legal.

  7. Rita de Cássia Camargo at 2:00 pm

    Não concordo com o destaque ,Kayron Gracie,da edição de maio – GRACIEMAG.
    A edição de maio do Pan 2010 deveria ter tido como destaque BERNARDO FARIAS,Calasans e Kayron, nessa ordem (e nesse caso a ordem dos fatores faz muita difernça).
    Eu brindo BERNARDO FARIAS!
    Rita

  8. ferraz at 2:13 pm

    é triste ver uma grande revista como a gracie, em pleno seculo 21,cometer uma grande injustiça como esta, td bem q o kayron mandou bem nada contra isso, mais ñ merecia o maior destaque na revista, farias e calazans foram extraordinários derrotaram pedreiras maiores,e fecharam categoria e absoluto, por isso mereciam maior destaque na revista, e por essas e outras que o jiu jitsu ainda vai demorar muito para ser um esporte olimpico,devido a falta de profissionalismo e imparcialidade como a de alguns arbitros que vibraram com a vitoria de kayron na final da categoria no pan. isso é uma vergonha!!!!!!os gracies são importantes mais ñ são os melhores!! a arte é maravilhosa e precisa ter um tratamento melhor.
    sem mais delongas osssss.
    abraço a todos.
    ferraz

    • Marcelo Dunlop at 3:01 pm

      Ferraz e amigos,
      obrigado pelos elogios e críticas.
      Segundo conversei com os responsáveis pela capa, a GRACIEMAG deste mês privilegiou o Pan 2010, primeiramente porque o campeonato teve cobertura exclusiva, ao contrário de outros campeonatos do mês.
      Quando o World Pro de Abu Dhabi terminou, inclusive, a capa já estava pronta. Incluiu-se o Calasans por totais méritos, obviamente.

      Ferraz, sobre os árbitros comemorarem, não vejo a gravidade que você apontou. Não são todos amigos no Jiu-Jitsu? Os árbitros que comemoraram estavam apitando a luta ou estavam afastados, justamente por serem da equipe de Kayron?

      Na minha visão, então, não vejo problemas nisso. Ruim é amigo apitar luta de amigo.

      Forte abraço e continuem participando

  9. Pedro at 4:34 pm

    Marcelo Dunlop, te admiro e respeito, sou fã da revista. Mas, esta resposta não justifica a capa. Já que a cobertura exclusiva era do Pan, o destaque era o Campeão Peso e Absoluto.
    Outra coisa, atletas de muito mais destaque em outros anos e eventos, não tiveram uma capa assim tão rápido.

    • Marcelo Dunlop at 5:38 pm

      Claro, Pedro, concordo contigo.

      Não é só isso que determina uma capa. Cada campeonato tem uma história, cada caso é um caso.

      São tantos fatores que até fatores como o corte da foto, a qualidade da imagem, faz diferença. Na verdade, essa é uma (boa) conversa para uma mesa de bar, todos com seus copos de açaí evidentemente.

      Uma coisa curiosa é que muita gente já parte de um preceito que todo campeão absoluto merece a capa, que todo campeão absoluto é o maior nome de um campeonato. Não estou dizendo que Bernardo Faria não foi, mas em sua história muitas vezes a revista já optou por outras lutas. Exemplo? Margarida x Roleta, um lutaço do Mundial de Jiu-Jitsu de 2000 que encaixou na capa melhor que o bicampeão mundial Rodrigo Comprido, o maior nome do campeonato.

      E por aí vai. Ainda, vale destacar o feito inédito de Kayron, que estreou na preta vencendo o atual campeão mundial e beliscando a medalha de ouro. E isso não acontece todo dia.

      Abraços!

  10. Jonas at 6:13 pm

    Caro Marcelo, tambem te admiro, mas isso tambem nao e’ motivo, pois ano passado o Rafael Mendes venceu o Cobrinha 2x ( que ate entao tinha vencido 3 mundiais e estava sem perder a muito tempo, e a capa nao foi para ele).

    • Marcelo Dunlop at 7:15 pm

      Bem lembrado, e neste caso eu posso falar de cocheira, pois na época eu era o editor-chefe da revista.

      Rafael quebrou uma invencibildade tremenda ao vencer Cobrinha, apesar de ter sido numa luta de seis minutos, o que era novidade. Ainda assim, debatemos muito aqui, se o feito dele era superior ao do Tarsis, que na final do absoluto batera o campeão mundial Bráulio Estima, outro monstro.

      No final das contas, é injusto comparar. É sentir quem tem mais apelo também, nas bancas. Entendemos que o jovem Mendes ainda tinha uma longa estrada pela frente e se consagraria muitas outras vezes. “Vai cansar de ser capa”, na frase clássica.

      Mas nada estava definido até que começamos a separar as imagens. Adivinha qual era a foto melhor?

      Abraços

      • Marcelo Dunlop at 5:14 pm

        Jonas, só uma correção aqui, que muda quase nada, mas é válido lembrar exatamente o que ocorreu.

        Rafa Mendes estreou na faixa-preta um pouco antes, no fim de 2008, na seletiva para o Asian Cup, em Porto Alegre. Venceu, depois venceu Mário Reis no Asian Cup, em Abu Dhabi, e perdeu para Cobrinha por pontos no Capital Challenge da Jordânia, luta em que a 50-50 ficou famosa de vez.

        Abraços.

  11. Carlos Moreira at 7:35 pm

    Marcelo,

    Entendo a sua posição em defender a revista que editou por tanto tempo, mas contra FATOS não existem argumentos: A GRACIEMAG ERROU AO NÃO DAR A CAPA PARA O BERNARDO.
    Entendo o interesse em dar a capa para o filho do dono da revista, que pertence a equipe do dono da revista, etc. O Kayron tem todos os méritos por ter sido campeão, isso é incontestável, e torço para que ele estampe muitas outras capas, mas que nesse momento foi um erro foi.
    O Bernardo além de ter sido campeão peso e absoluto finalizou todas as lutas no peso, exceto a final contra o Lovatto.
    ERROU A GRACIEMAG E ERRAR É HUMANO, MAS SABER RECONHECER O ERRO E TENTAR REPARÁ-LO É DIVINO.

    • Carlos Eduardo Ozório at 12:28 am

      Atenção, o Bernardo está na capa sim. Aliás, a capa da revista é o Kayron, Bernardo e o Calasans. Não acham isso justo? Os três tinham merecimento de estar ali, e estão. Não é um pouco de exagero isso, pessoal? A disputa é porque um está numa foto menor?

  12. ighor at 9:42 pm

    bom tudo bem que Kayron Gracie foi vencedor no peso mas bernardo foi peso
    absoluto e fez lutas muito duras com muitos tops eu acho que ele deferia
    estar na capa da revista pois mostrou arte suave

  13. leoncopir at 10:41 pm

    Brincadeira!Nao desmereco a vitoria do Kairon, mas Bernardo Augusto, sem duvida foi o maior nome do Pan e merecia maior destaque na edicao da revista. Tambem, pudera, olha o nome da revista e qual e a academia do Bernardo? Deixem de ser tendenciosos e tratem a todos os atletas da nossa arte, no minimo, com o mesmo destaque, em que pese ter sido a vez do Bernardo, e isto e inegavel. Ele foi, é e será magnifico: quem viver verá.

  14. MÁRCIO at 11:26 pm

    Não sou da ALIANCE, independe o Bernardo ter sido campeão, ou qq outro atleta, o fato é, houve privilégio sim. NUNCA um atleta teve uma capa assim tão rápido. Compramos a revista, visitamos o site várias vezes durante o dia, levem em consideração a opnião majoritária dos leitores. NINGUÉM é trouxa aqui!!

  15. Joao at 1:30 am

    outra coisa, nao colocaram nada na capa sobre o feminino.que discriminacao e essa? e se fosse a kira? erraram graciemag

  16. Pedro at 9:07 am

    Quando escrevem matérias e artigos bons(a grande maioria) elogiamos, como foi a excelente cobertura do UFC Abu Dhabi, COM OS TEXTOS do Luca, mas agora, o descontentamento é evidente..

    abraço

  17. rubens caponi garcia at 10:39 am

    Osssssss, pessoal , os tempos estão mudando,nossos atletas Brasileiros estão dando uma aula ao mundo de como formamos grandes campeões,todos estão sempre nas finais de qualquer evento mundial.
    Como sou um grande admirador da revista e estamos em outras épocas, em que a democracia está em alta vamos dar o crédito que ela mereçe.
    Se focemos levar pelo lado das conquistas kkkkkkkkkkk a capa obigatóriamente teria que ser de LUANA ALZUGUIR E GABRIELLE GARCIA, pois as duas fecharam peso e absoluto no pan, e conquistaram o Wordpro em Abudabhi,,,,mas como é feminino,,,elas provavelmente estram em outras oportunidades.
    abraços a todos, e parabens pela edição

  18. PERNALONGA at 11:03 am

    Parabéns pela excelente qualidade da revista e suas reportagens. Gostaria de saber se nao seria possivel publicar a revista somente em portugues? Assim teriam mais paginas disponiveis para outras matérias, pois se analisarmos friamente, metade de revista é repetida, so mudando o idioma. Obrigado.

  19. Matheus - BSB at 12:23 pm

    A Graciemag vacilou aí na capa, totalmente tendenciosa, não adianta tentar justificar. O Bernado Faria foi o verdadeiro destaque do Pan. No mínimo teria que ser uma capa com fotos do mesmo tamanho dos três.

  20. FERNANDO at 12:46 pm

    Que palhaçada essa capa!!! Tantos atletas em destaques, vcs justamente vão dar o destaque para o Kayron… Assim fica facil né??? Filho do Carlinhos, dono da revista, presidente da IBJJF. Agora aqueles que não tem condições de aparecer, esses nem aparecem… A revista tem que ser imparcial!!! E não puxar sardinha para a Gracie Barra. Tenho as revistas desde a primeira qdo era jornal gracie…e sempre foi assim, sempre puxando sardinha p os atletas da GB.

  21. isaias bsb at 12:47 pm

    Pelo jeito a capa da Gracie Mag vale muito e talves os patrocinadores dum ou outro atleta pesam mais esta numa foto maior da capa. Amigos vão comprar a Revista e tirar a capa rss e vão editar virtualmente uma “nova” capar dando mais atenção para quem fez mais no PAN. prof Kayron não merecia tal destaque na capa e Serginho Moraes é o atual vice campeão e não campeão com foi citado. Marcelinho é o atual campeão da categoria. O sobrenome pesa e não ha como negar. Vamos ver no Mundial, sera a oportunidade da capa dar atenção a quem merece. Ps- faltam meninas na capa- Os dvds do Mundial passado nem incluiram as best figths femininas.

  22. isaias bsb at 12:53 pm

    GRACIE MAG só em PORTUGUES daria mais espaço para materias mas um jornalista me disse que se isto acontecer,a revista vai DIMINUIR suas paginas por,em aguns meses,”faltar assunto”. Um olhar acurado pode-se notar algo nesta direção. O clima de concorrencia de equipes levam a crer que,quem tem o vinculo de midia como uma revista, sai na frente! rsss Ser imparcial neste contexto todo é muuuuuiiiiito dificil kkk

  23. isaias bsb at 12:59 pm

    MARCELO,os juizes precisam dar uma posição de respeito a todos os atletas. Para se evitar suspeitas de tendencias, eles podem comemorar mas fora da area do dojo, nas arquibancadas e talves sem a camiseta de identificação. Minha esposa viu (ela é 100% leiga) torneios em GYN GO e BSB DF e notou o oportunismo de juizes/profs e atletas, tentando tirar vantagens para os seus. E´triste pois no Judô há uma solenidade invejavel. Tem autoridades falando que o mestre Carlos Gracie Jr não tem interesse num JJ olimpico dai o não invetimento na ordem e posturas dos juizes. Grato a atenção!

  24. Rodrigo Moreira at 2:25 pm

    Indiscutivel que a capa seria Bernardo faria.
    Foi um erro muito grave!
    espero que quando o Bernardo for campeão mundial peso e absoluto este ano não repitam o mesmo erro.

  25. Rodrigo Moreira at 2:38 pm

    e outra coisa. por que o Bernardo faria não era favorito ao titulo?
    campeão mundial absoluto faixa roxa em 2006, vice campeão mundial faixa marrom em 2007 teceiro colocado no mundial de preta ano passado desbancando favoritos como rodrigo comprido.
    campeão Europeu esse ano.
    msm assim e novidade ver ele campeão????
    se ele fosse gracie no mundial de 2006 ja era a capa….
    esse mlk vai dar muito o que falar ainda…

  26. DECO at 7:53 pm

    MEUS AMIGOS A COISA É MAIS OU MENOS ASSIM…COM O SERGINHO PERDEU! A REGRA DIZ:a. O que está por cima fará jus a esta vantagem se estiver em ofensiva, tentando dominar a guarda de seu adversário (passar), para que o Árbitro considere a vantagem o atleta que está por cima tem que chegar em posições de quase passagem, obrigando o adversário a gastar grande energia para repor a posição. Ex: (meia guarda, quase conseguir a imobilização, conseguir emborcar e manter a posição por 3 segundos, etc…). COM O BERNARDO FOI A MESMA COISA EM OUTRA SITUAÇÃO NÃO DERAM A CAPA…ENTÃO FICA DIFICIL ONDE A BOLA NEM O CAMPO É NOSSO…ONDE A IMPRENSA MANIPULADA POR INTERESSES PESSOAIS E FAMILIARES QUEREM EXPOR ALGUEM A MIDIA, MAS ELES SE ESQUECEM QUE NÓS LUTADORES NÃO ESQUECEMOS, É UMA PENA UMA REVISTA COMO A GRACIE MAG. ESTAR TOMANDO ESSE TIDO DE ATITUDE E NÃO BUSCANDO A IMPARCIALIDADE, OS FATOS MOSTRAM E ESTÃO AI É VERGONHOSO SENHOR EDITOR E UM DESRESPEITO A NÓS ATLTETAS.

  27. Paulo Carnaúba at 8:31 pm

    Confio que a GracieMag vai tirar lições das críticas abaixo e manterá a independência editorial para não ter abalo na credibilidade e nas bancas. Tô certo que da próxima vez que o Bernardo brilhar, a capa vai ser dele merecidamente sozinho. Quem assistiu o “cara novo” passando por campeões mundiais viu um campeonato a parte, e aquela omoplata a 5 segundos do fim foi animal … Abs Paulo

  28. sophia at 11:41 pm

    ALEM DO BERNARDO NAO SER CAPA.CADE AS MENINAS?? COMO ASSIM NAO FALARAM NADA NA CAPA? E APENAS UMA MATERIA CURTA DENTRO? PORQUE ELAS NAO SAO GRACIE BARRA?

  29. Marcio Reis at 12:02 am

    Simples…o Kayron ganhou do Serjinho, que tinha passado o carro e finalizado o Kron, de tal maneira que o mlk ate agora ta perdido… só pode ser isso…

  30. Aderson Mello at 10:48 am

    Pessoal não adianta reclamar,sou leitor da revista a mais de 12 anos e é sempre assim,mas vejam so quem é um dos manda chuva da revista,nem preciso dizer mais nada não é ???.
    Ou vcs acham que ele ia da mais espaço ao Bernado Farias.Pessoal da da melhor revista artes marcias do Brasil,vamos ser mais IMPARCIAIS e deixar o nome GRACIE falar sozinho.

    Espero que vcs endendam minhas criticas como sendo construtivas.Osssss

  31. Amnesio at 4:09 pm

    As capas da Graciemag sempre foram tendenciosas. O Ryan, por exemplo, que nunca ganhou nada no jiu-jitsu, nem no MMA, foi capa inúmeras vezes. A capa desta edição, por isso mesmo, não me surpreendeu. O Kayron me impressionou ao vencer o peso médio, mas só até o momento em que assisti às suas lutas. Ganhou do Sérgio Moraes em uma luta extremamente monótona e a final de maneira duvidosa.
    A capa, sem dúvida, deveria ter dado maior destaque ao Calasans, que venceu um torneio para o qual o campeão peso e absoluto do Pan sequer conseguiu se classificar.

  32. Francisco at 8:37 pm

    Sr. Marcelo, a revista ta virando motivo de piada e chacota em função dessa CAPA MAU ELABORADA, TENDENCIOSA E FAMILIAR, lendo todos os comentários,
    Nota-se o descontentamento e o Sr. Fica se justificando, (digo puxando saco), você
    Que se diz editor não está notando o descontentamento, na matéria do Xande Ribeiro, deixou claro o interesse da CBJJ, Vejo que o presidente da revista e entidades afins tem que mudar seu discurso e sua ética. Uma vez num mundial, vi um ginásio inteiro torcer contra o Roger quando lutava com o Jacaré, achei injusto pois acho o Roger um excelente atleta . Quero com essa colocação seu Marcelo falar que aquela torcida agiu em função de atitudes como essas, o que vocês estão plantando vão colher: INSATISFAÇÃO, DECEPÇÃO, DESCONTENTAMENTO ETC. e quem paga a conta
    As vezes não tem nada a ver, como o Roger aquele mundial.

    não está saindo os comentarios conforme escritos…

  33. Anderson Almeida at 11:13 am

    Gostaria de registrar meu descontentamento com a edição da Gracie Magazine desse mês. Estive no Panamericano de JiuJitsu, e todo mundo que esteve lá e acompanhou sabe muito bem quem foi o destaque dessa edição do campeonato, traduzindo muito bem o destaque da nova geração do JiuJitsu: Bernardo Farias. Sem tirar os méritos do Kayron, é claro, mas Bernardo ganhou categoria e absoluto e merecia muito mais a capa da Gracie desse mês.

    Valeu!!!

    • Marcelo Dunlop at 2:27 pm

      Valeu Anderson, registrado.
      Ele tanto mereceu que foi capa. Diferente de revistas concorrentes, em que não apareceu. Abraços.

  34. Thiago at 11:55 am

    Quando o Bráulio foi campeão do ADCC a capa foi dele.
    Quando algum atleta de time diferente daquele da revista vence peso e absoluto, preferem dar a capa para o atleta “da casa” em desrespeito ao maior campeão…
    vergonha!
    Matéria com o Bernardo para amenizar o “erro” é o que queremos!
    Thiago

    • Carlos Eduardo Ozório at 1:10 pm

      O Bernardo está na capa também. Não sei o que quer dizer com time da revista. A GRACIEMAG não é uma academia e figuram a capa lutadores de diversas equipes. Nas duas anteriores, por exemplo, estiveram Wanderlei Silva e André Galvão.

    • Marcelo Dunlop at 2:25 pm

      Oi Junior,
      A cobertura do World Pro Jiu-Jitsu Cup só entra mês que vem na GRACIEMAG internacional. Não deu tempo.
      Abraços

  35. João Silveira at 2:36 pm

    Caro CARLOS EDUARDO OZORIO,

    Sabemos que o Bernardo está na capa,mas a quetão não é essa e sim que a ordem de destaque foi alterada,o cara que foi campeão no peso e absoluto,que venceu nada mais nada menos que CAVACA,VELA,LOVATO E A PEDREIRA
    ANTONIO BRAGA NETO,teria de ser o destaque maior e só não foi porque o KAYRON é filho do SR.Carlos Gracie.Nunca uma matéria foi tão comentada como essa e nos que compramos a revista temos o dever de mostrar nossa insatisfação,o kayron sinceramente foi surpreendente está de parabéns e não tem culpa de nada,mas vocês da revista deveriam parar de ficar dando desculpa esfarrapada achando que somos otários,errar todo mundo erra e mais digno seria reconhecer que houve um erro grave e procurar não repetir,hoje Graciemg se consolidou como a melhor revista e sendo assim não pode ficar agindo como se fosse uma revistinha qualquer,queremos transparência e destaque para quem merece,independente de que equipe seja.

    ABS

    João

  36. Davi vianna at 8:55 pm

    Acho um absurdo a capa ter sido dada a um simples campeão de categoria, ser o campeão de sua categoria e dever de casa, e obrigação, agora ser campeão de sua categoria e do absoluto e outros 500, a importancia e outra, se a capa não e do calasans pq a cobertura era do pan, então e ainda mais imperdovel a capa não ter sido do bernardo farias, sendo que o bernardo foi campeão emcima de diversos campeões mundiais, tais como rafael lovato junior, que e o 2º faixa preta não brasileiro a ser campeão mundial de jj, ou seja um cara importante na historia do jj, ganhou do antonio braga neto, que e o unico atleta a ser campeão mundial em todas as faixas, ganhou do gabriel vella, que e outro monstro do jj, ganhou do cavaca que foi campeão peso e absoluto ano passado no sp cup, e esse ano levou a super luta e o peso de novo, acho que isso mostra que o bernardo so enfrentou pedreiras , e passou por cimas de todas, e coloca-lo na capa era a coroação de todo o seu esforço e dedicação, mas a revista se mopstrou paternalista, e colocou a foto do filho do editor-chefe da revista o sr carlinhos gracie, assim fica dificil, ja e tão dificil conseguir realizar o sonho de ser campeão competindo nos tatames, pra garfado assim e perder a capa, so pq o garoto e gracie, eu nunca vi campeão de categoria sair na capa assim que ganhou o 1º titulo na preta, e um absurdo, ja não comprei a revista por isso, e provavelmente nunca mais compro, pq e a unica maneira de protestar contra vcs, pq sei que vaum vir cheio de lerolero, vaum dar um monte de explicação que o garoto mereceu, mas nada muda o fato de que ele so foi capa pq e filho do carlinhos, e isso não e justo, o bernardo merecia ser a capa e isso e imcontestavel.

  37. Gracie old school at 9:11 pm

    olá MArcelo…gostaria de saber sobre o concurso de desenho…
    Enviei o meu, mas ainda não via revista pra saber o que saiu….
    O concurso não teve data nem nenhum tipo de informação…
    Tu pode me dizer o que rolou?
    Valeu…..ossssssssss

  38. Gracie old school at 11:24 am

    peço que considere meu desenho…
    Fiz no capricho, e te contei aí minha historia…tem muita coisa em comum com o caso do curso…
    Peço tbm que entre no meu site e conheça meut trabalho.
    Bom falar com voce por aqui, penso que tenho chance ainda…
    Veja meu caso com carinho…e me perdoe a chateação…
    Enviei no editor@graciemag.com
    Sucesso…Deus abençoe…
    osssssssss.

  39. Zaiter Jr. at 11:06 pm

    Venho através desse demonstrar minha indignação devido ao fato de ser publicado como capa principal o Kayron, pois apesar de seu esforço e todo seu mérito pela conquista, a revista deixou de lado o maior destaque do pan 2010: Bernardo Farias!
    Sem dúvida, ganhar peso e absoluto não é pra qualquer um, um fato raro conquistado.
    É um nome que vem surgindo cada vez mais no cenário do jiu-jitsu e tem tudo pra ser um dos melhores(se é que já num é).
    O Kayron realmente mereceu os méritos e merece espaço na capa, mas não como destque principal a meu ver.
    no mais, parabens bernardo!!! sua hora vai chegar e vão se arrepender de não terem te coocado como destaque principal antes!!!
    OOSSSSSSSSS!!!!

  40. Amnesio at 1:59 pm

    Após criticar a capa da revista me senti obrigado a reconhecer e elogiar a atitude da revista que publicou todas as críticas àquela e, ainda, se prontifcou a responde-las. Parabéns à Graciemag por tal postura e pelo espaço democrático que nos disponibiliza.

  41. thomas malocka at 2:42 pm

    Afirmar o fato de o Rafa Mendes nao ter sido capa ano passado após o Word Pro afirmado que ele tera inumeras capas por tudo que vira a fazer eu me pergunto, Leo Viera Formo mais de 50 faixas pretas direta e indiretamente, varios campeoes mundiais inclusive na faixa preta ganho tudo oque ganho, se manteve no topo por mais de uma decada nunca fez media com ninguem e o maximo que voces deram ao inventor do BRABO CHOke foi uma capa com mais 3 negos junto. e o Kayron que nunca foi unamidade nas faixas anteriores como Roger, Jacaré, Andre Galvao e atualmente o buxexá por exemplo com ctz nao merecia ter essa foto toda nao, e sim o bernando e o calasans.

  42. RODRIGO at 3:37 pm

    A verdade é a seguinte… o tamanho da foto dos campeão na capa da gracie mag deste mes. Bernado , calasans, kayron . teriam que ser proporcional as suas vitorias.. e não foi… daléééé Bernado indiscutivel.. abraço a todos

  43. diogo pedigree at 8:57 pm

    fala galera da graciemag,mais uma vez quero reclamar contra a falta de consideraçao com um dos faixa preta com quem eu treino e tenho como professor,primeiro foi com o david juliano no pan agora com o juninho calasans meu o cara foi nada mais nada menos que o campeao do peso e absoluto mundial e vcs colocam uma foto pequena na capa com mais dois lutadores ta certo que eles merecem os meritos pela vitoria de cada um mais no ano passado o tarcis teve uma capa so dele porque esse ano foi diferente…acho que ta na hora de vcs valorizarem a quem merece de verdade!!!
    um forte abraço

  44. ferraz at 2:50 am

    marcelo dunlop encare os fatos, vc ñ teve humildade em reconhecer que vcs erraram na capa é simples.e ainda tentou ludibriar os leitores com desculpas esfarrapadas.no fim o que me deixa feliz é ver q nós brasileiros estamos cada vez mais exigentes a nível de conteúdo,e nos envergonhamos diante de tanta desculpa furada,vcs como revista ñ deveriam tratar seus leitores como tapados!! espero q tenham aprendido a lição.
    viva ao jiujitsu e a impresa imparcial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *